Temperatura volta a subir e umidade relativa do ar fica em estado de observação


Com a chegada da chuva e a frente fria a umidade relativa do ar aumentou e ficou na casa dos 70% a 95% no final do mês de Abril porém volta a cair neste inicio de Maio. Ontem em Santa Adélia a umidade relativa do ar chegou a quase 50% o que requer uma alerta de observação principalmente para quem sofre com problemas respiratórios e complicações alérgicas devido ao ar seco.

Fiquem atentos quanto aos valores da umidade relativa do ar, devido às consequências à saúde pública. Segundo a OMS (Organização Mundial da saúde), o nível abaixo de 12% é considerado de emergência, 12% a 20% alerta, 21% a 30% de atenção, 31% a 40% de observação. A umidade do ar varia muito durante o dia e durante o ano, no entanto devemos ficar atentos, pois as consequências são complicações alérgicas e respiratórias, sangramento no nariz, ressecamento na pele, entre outros.


Umidade volta a cair no mês de Maio e pede atenção

O período crítico da umidade relativa do ar costuma ser entre as 10h da manhã e às 16 horas por isso evite fazer exercícios físicos neste horário evitando exposição intensa ao sol e também não se esqueça de se hidratar.


Depois de sete dias com temperaturas máximas abaixo dos 30°C em toda região, no terceiro dia do mês de Maio a temperatura atingiu a casa dos 31°C e a umidade relativa do ar começou a diminuir, então é momento de atenção a população, confira algumas dicas e cuidados para que o ar seco não afete seu bem estar e principalmente interfira nas suas atividades diárias:



A dica é: tomar bastante líquido, evitar atividades físicas em horários que a umidade esteja baixa e umidificar o ambiente, seja com o aparelho umidificador de ar, toalha molhada ou até mesmo com balde de água.

A Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira assume o compromisso de disponibilizar através da Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista, que tem no Canal CLIMA da UNESP Ilha Solteira (http://clima.feis.unesp.br) dados climáticos que além de dar suporte ao irrigante para o bom manejo da irrigação, oferece também livre acesso de dados  para qualquer pessoa que deseja saber mais sobre o clima no noroeste paulista, basta se cadastrar. Disponibilizamos gráficos, banco de dados históricos, mapas e dados atualizados a cada cinco minutos e uma hora e outros. Não deixe de conferir.

O Internauta, a Imprensa e demais interessados podem receber informações climáticas e os resultados das pesquisas através do press-releases preparados pelos Bolsistas de Extensão. O cadastro deve ser feito em http://www.agr.feis.unesp.br/faleconosco.php

SERVIÇO:
- Informações sobre agricultura irrigada e agroclimatologia no noroeste paulista são publicadas regularmente BLOG da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira em http://irrigacao.blogspot.com
- Números e gráficos das estações agrometeorológicas no noroeste paulista estão em http://clima.feis.unesp.br
- Canal da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira: www.agr.feis.unesp.br/irrigacao.php
- Canal CLIMA da UNESP Ilha Solteira: http://clima.feis.unesp.br
- Pod IRRIGAR - O Pod Cast da Agricultura Irrigada: http://podcast.unesp.br/podirrigar
- Informações também em (018) 3743-1959



Nenhum comentário:

Postar um comentário