DISPONIBILIDADE E QUALIDADE DE ÁGUA É TEMA DE PALESTRA NA ETEC

Nestes últimos dias 21 e 23 de maio, a Área de Hidráulica e Irrigação UNESP Ilha Solteira esteve mencionando aula prática e teórica aos alunos do curso de meio ambiente e açúcar e álcool da Escola Técnica Estadual de Ilha Solteira - Centro Paula Sousa.

A aula prática foi dividida em três etapas, sendo a primeira com noções básicas de reflorestamento e sua respectiva importância, a segunda qualidade de água e os fatores que possam vir a intervir de forma negativa e a terceira parte com a avaliação da disponibilidade hídrica.

Toda a galera reunida na aula prática

Todas as etapas foram realizadas na microbacia do Córrego do Ipê a qual vem sendo monitora pela Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira desde de 2006, sendo o responsável pelo monitoramento mensal o Engenheiro Ambiental e mestrando Gilmar Oliveira Santos, como parte de projeto de pesquisa financiado pelo CNPq sob a Coordenação do Professor Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez.

Na primeira etapa, aula prática que foi realizada na microbacia do Córrego do Ipê os alunos vivenciaram as fatores que geram impacto ambiental, os benefícios gerados pelo reflorestamento, as técnicas utilizadas, o aspecto sucessão ecológica entre outros parâmetros que foram levantados no local.

Discutindo sobre mata ciliar

A segunda e terceira etapa foram desenvolvidas simultaneamente. Alguns parâmetros como pH, ferro total e dureza foram determinados através de testes rápidos (kits) no próprio local. A disponibilidade foi determinada pela método do flutuador.

Explicação de como medir a disponibilidade de água

Hoje na aula teórica foi possível discutir todos os resultados obtidos e apresentar aos alunos o resultado do monitoramento que é desenvolvido desde 2006.

Análise de água no local

Assim, devido ao envolvimento da turma, foi possível expandir a conversa e discutirmos a importância do manejo do solo e das mata ciliares quando se fala no requisito disponibilidade e qualidade de água.

Muitos alunos levantaram casos vividos e em alguns casos despertou o interesse pela área.

Gilmar Oliveira (AHI-UNESP) e Daniela Cintra (ETEC)

Na oportunidade gostaria de agradecer aos professores Daniela Cintra, Daniel e Adauto pela oportunidade e desde já, estamos de portas abertas para expor, discutir e adquirir conhecimento junto a turma do Centro Paula Souza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário