Balanço da chuva e do frio para o mês de junho até o momento

Enquanto nos aproximamos da metade do mês de julho, as variáveis climáticas para o Noroeste Paulista até então apresentam algumas mudanças significativas em relação ao mesmo período em 2011. Através do banco de dados da Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista disponível no PORTAL do Clima, fizemos um balanço dos dados climáticos de julho do ano passado e do atual, comparando o frio e o volume de chuva do mês.

Em se tratando do frio, nota-se uma queda de aproximadamente 2,5 °C da média de temperatura para este período na região. Em todas as estações, o início da segunda semana do mês registrava temperaturas em torno de 18 °C no ano passado, chegando a 22 °C próximo ao meio do mês. Já este ano, com a queda de temperatura registrada pela AHI no último domingo (8), a semana começou com temperaturas em torno de 14,5 °C também  chegando a aproximadamente 22 °C hoje (12), o que causou essa diminuição na média. Neste contexto, destacam-se  Marinópolis que em 2011, entre 8º e 11 de julho, teve uma média de 21,0 °C, enquanto este ano, a média é de 18,8 °C e Ilha Solteira com 22,4 °C e 19,9 °C em 2011 e 2012 respectivamente.





Já em relação à chuva, históticamente, julho é o mês que menos chove na região. Em Ilha Solteira, por exemplo, a média desde 1967 até 2011 é de aproximadamente 1,5% do volume total chovido no ano, sendo que, nos últimos 4 anos, somente em 2008 houve chuva no mês, que foi de 28 mm, 1,7% de toda a chuva do ano. Em 2012, dentre os 12 primeiros dias no mês de julho já temos dois períodos de chuva, no final de semana dos dias 7 e 8 e a chuva de hoje, noticiada pela AHI no fim da manhã. Com isso, já temos:

Ilha Solteira: 3,9 mm
Pereira Barreto (Estação Bonança): 9,5 mm
Itapura: 3,7 mm
Pereira Barreto (Estação Santa Adélia): 5,6 mm
Sud Mennucci (Estação Santa Adélia Pioneiros): 7,0 mm
Populina: 0,3 mm
Paranapuã: 7,4 mm
Marinópolis: 6,1 mm

Dessa forma, até então, em Ilha Solteira, chegamos a cerca de 10% do chovido nos anos que apresentaram maior precipitação em julho, que foi de 44 mm em 2002, 2005 e 2007. Além disso, voltamos a nos aproximar da média de chuva do mês, tendo até agora entre 0,5% e 1,1% do chovido no ano todo na estações. Fica a expectativa de novas ocorrências de chuva até o fim do mês.

Novas análises serão feitas à medida que avançamos em julho, portanto, não deixe de conferir as postagens do BLOG. É possível acompanhar as variáveis climáticas da região Noroeste do estado no Portal do Clima, além de pesquisar os dados históricos de anos anteriores.

Trabalhos técnicos da AHI e suas participações em eventos estão disponíveis no Portal de Conteúdo. Qualquer dúvida, entre em contato com a AHI clicando aqui.

Não deixe de comentar!

Professor Fernando Tangerino apresenta trabalho técnico na Alemanha

O Portal da Universidade divulga que o Professor Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez que coordena a Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira embarcou hoje para a Alemanha para participar do 7º International Symposium on Irrigation of Horticultural Crops, que acontecerá em Geisenheim entre 16 e 20 de julho. Pesquisa sobre a transferência de água pelas culturas para a atmosfera (evapotranspiração) foi selecionada entre centenas de trabalhos para apresentação oral.

O 7º International Symposium on Irrigation of Horticultural Crops reúne pesquisadores do mundo todo e tem a finalidade de discutir tópicos a irrigação e agricultura irrigada com o foco principal da conferência sobre como lidar com a ameaça de diminuição dos recursos hídricos e da qualidade da água, enquanto há a necessidade de aumentar a eficiência da produção.

O evento é promovido pela ISHS - International Society for Horticultural Science e está baseado em seis temas principais, com foco principal sobre como lidar com a ameaça de diminuição dos recursos hídricos e diminuindo a qualidade da água, ao mesmo tempo em que se aumenta a eficiência de produção.

O artigo "Determining actual evapotranspiration on the large scale using agrometeorological and remote sensing data in the Northwest of the São Paulo State, Brazil" foi escolhido pela Comissão Organizadora para apresentação oral no painel Remote sensing no dia 19 de julho será apresentado por Tangerino. O trabalho é uma parceria entre a Unesp, Embrapa Semi árido, Utah State University e Colorado State University e é o  resultado da busca por modelos que possam aferir a quantidade de água transferida pela atmosfera - a chamada evapotranspiração - em escala regional e para tanto são testados modelos no noroeste paulista com resultados que mostram como o sensoriamento remoto e o uso de redes agrometeorológicas podem contribuir para o uso eficiente da água na agricultura.

A Área de Hidráulica e Irrigação UNESP Ilha Solteira opera a Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista que tem no Portal Clima da unidade o local onde qualquer interessado pode acompanhar gratuitamente as condições do tempo com atualização a cada 5 minutos ou ainda ter acesso à base histórica de todos os dados coletados pela 8 estações agrometeorológicas automáticas em operação.

2 comentários:

  1. Parabéns pelo trabalho de manter a sociedade informada das condições climáticas e de nossas atividades. Transparência de ações, da informação e do conhecimento é fundamental! Acreditamos nisso!

    ResponderExcluir
  2. Boa sorte na Alemanha Profº Tangerino... É a AHI sem fronteiras para a disseminação do conhecimento!

    ResponderExcluir