Depois da Alemanha, fomos à Bari, Puglia, Itália

A semana de 15 a 21 de julho de 2012 foi de intensas atividades. A convivência com o nosso parceiro Heriberto Teixeira foi ótima e sendo mais longa permitiu discutir e ampliar as idéias das pesquisas futuras. Heriberto é um Pesquisador que se preocupa muito com os fundamentos, enquanto que eu valorizo mais a aplicação, surgindo uma sinergia ótima. Ele foi muito bem em duas apresentações no 7º International Symposium on Irrigation of Horticultural Crops, que aconteceu em Geisenheim (Alemanha)




No Portal da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira estamos atualizando uma página com as apresentações, textos e fotos que refletem a participação da UNESP Ilha Solteira neste importante evento que contou com de 142 Pesquisadores de 37 países diferentes. Uma verdadeira "Babel". Criamos também o álbum ALEMANHA 2012 em nosso perfil no Facebook para ilustrar em fotos explicativas o que se passou em Geisenheim e arredores.

Hélio Lopes, Professor da Univasf eu o conheci em maio do ano passado e depois nunca mais o vi, até porque ele seguiu para Berlim, onde se encontra terminando seu Doutoramento, mas foi um grande companheiro e devemos em 2013 nos aproximar mais com expectativa de realizar alguns trabalhos conjuntos.






Nossa apresentação, claro, fico pronta as 3 da matina do dia em que aconteceria, pois eu trouxe vários serviços que não foram finalizados no Brasil e dividiram meu tempo. O paper completo foi entregue exatamente quando as portas automáticas seriam fechadas (as 15 horas da sexta-feira). Estou acostumado à atrasos e última hora, mas preciso melhorar e otimizar melhor o tempo.



O algoritmo desenvolvido por Heriberto Teixeira que utilizamos para estimar a evapotranspiração em escala regional é mais simples e apresentou resultados melhores do que o conhecido SEBAL. Ao combinar sensoriamento remoto e estações agrometeorológicas amplia a precisão sobre as diferentes cobertura do solo pela plantas. Já estamos envolvidos com a participação em um capítulo de livro e a sugestão é nomear o método de SAFER - Simple Algorithm For Evapotranspiration Retrieving. 


Resultados obtidos e novos desafios em pesquisa é o que mostra uma das conclusões do nosso trabalho.


Por fim, a colaboração com outras instituições foi fundamental para que pudéssemos expor o nome e os trabalhos da UNESP no exterior, Alemanha e depois Itália.



Assim, fechamos nossa participação na conferência apresentando o trabalho "Determining actual evapotranspiration and crop coefficient in large scale using weather station and remote sensing in the Northwest of São Paulo State, Brazil" com a colaboração de Heriberto Teixeira (EMBRAPA Semi árido), Christopher Neale (Utah State University) e Saleh Taghvaeian (Universidade de Colorado) e podemos assim resumir o trabalho:
The best irrigation management depends on accurate estimation of reference evapotranspiration (ET0) and then selection of the appropriate crop coefficient for each phenological stage. However, the evaluation of water productivity on a large scale can be done by using actual evapotranspiration (ETa), determined by coupling agrometeorological and remote sensing data. Thus, this paper describes methodologies used for estimating ETa for 20 centerpivots using three different approaches: the traditional FAO crop coefficient (Kc) method and two remote sensing algorithms, one called SEBAL and other named TEIXEIRA. The methods were applied to one Landsat 5 Thematic Mapper image acquired in July 2010 over the Northwest portion of the Sao Paulo State, Brazil. The corn, bean and sugar cane crops are grown under center pivot sprinkler irrigation. The ET0 was calculated by the Penman-Monteith method with data from one automated weather station close to the study site. The results showed that for the crops at effective full cover, SEBAL and TEIXEIRA's methods agreed well comparing with the traditional method. However, both remote sensing methods overestimated ETa according to the degree of exposed soil, with the TEIXEIRA method presenting closer ETa values with those resulted from the traditional FAO Kc method. This study evidenced that remote sensing algorithms can be useful tools for monitoring and establishing realistic Kc values to further determine ETa on a large scale, however, several images during the growing seasons must be used to establish the necessary adjustments to the traditional FAO crop coefficient method.

A partir de agora não usaremos mais a expressão o método de TEIXEIRA e sim, SAFER (Simple Algorithm For Evapotranspiration Retrieving).


Também participamos dos trabalhos apresentados pelo Heriberto: "Up scaling vineyard water requirements in the low-middle São Francisco River Basin, Brazil" (Teixeira, A.H. de C.; Hernandez, F.B.T; Lopes, H.L.) e "Agro-climatic aptitude for vine crop under irrigation conditions in the northeast Brazil" (Teixeira, A.H. de C.; Hernandez, F.B.T; Lopes, H.L.) e o mais importante foi mostrar que temos metodologias próprias para estimar a evapotranspiração das culturas e realizar estudos regionais.

Chamou a atenção o número de pesquisadores trabalhando com a fisiologia da planta, com uso intensivo de sensores e estudos visando a adaptaçao de plantas. Também é grande o número de trabalhos utilizando a RDI (Regulated Déficit Irrigation) mas novamente a fisiologia toma conta dos trabalhos. Quando fizemos nossa Tese de Doutorado finalizada em 1995 utilizamos deficit controlado de água nas diferentes fases da cultura do melão, mas naquele momento estávamos preocupados apenas com a produção e hoje a preocupação está em explicar o que acontece com a fisiologia das plantas e com a sua qualidade. RDI é utilizado intensamente na produção de usa para vinho e na cultura do fumo, principalmente devido a qualidade desejada.




Esse grupo sentado se destaca por falar português, do Brasil e de Portugal.

Geisenheim fica em Rheingau, que é uma das 13 regiões de produção de vinho da Alemanha com elevada qualidade (QbA and Prädikatswein), com o Riesling ganhando maior destaque (mais de 70% da produção). Saiba mais em http://en.wikipedia.org/wiki/Rheingau_(wine_region).

Rheingau é a região que fica às margens do Rio Reno, o mais importante da Alemanha e que tem em toda a sua extensão as margens protegidas e urbanizadas. Achei ótimo conhecê-lo em várias cidades, especialmente porque é a oposição ao puritanismo que aflige muitos dos nossos Técnicos brasileiros envolvidos em licenciamento ambiental. Por que não se pode usar das técnicas hidráulicas e urbanísticas para proteger os recursos hídricos e ainda oferecer conforto e satisfação ambiental e de lazer à população em um trabalho integrado? Pensem nisso!


Depois de participar intensamento do 7º International Symposium on Irrigation of Horticultural Crops, que aconteceu em Geisenheim (Alemanha), tiramos um fim de semana para visitar a esplendorosa Koln (Colônia). Não é o trem-bala japonês, mas é o alemão (Express) e nos levou de Colonia para Frankfurt em alguns momentos à 282 km/hora, mas o mais impressionante não é a velocidade e sim a pontualidade. Partimos como planejado exatamente às 19:57 h, uma troca de trem foi necessária e chegamos à estação Frankfurt am Main Flughafen Fernbahnhof às 20:51 h e teríamos 11 minutos para pegar o novo trem e chegar em Frankfurt am Main (Central Station) as 21:13 h. Tudo certinho e chegamos no horário combinado. Como gosto das coisas certinhas, sem surpresas ou "intercorrências"!


Seguimos depois para Bari, na Itália para visitar o CIHEAM-IAMB - Mediterranean Agronomic Institute of Bari (http://www.iamb.itonde encontramos parte da equipe de Pesquisadores da Division of Land and Water Resources Management para conhecer as instalações e linhas de pesquisas desenvolvidas pelo Instituto de modo a estreitar laços de amizade e possível cooperação. Iniciamos tratativas que podem resultar em importante cooperação técnica-científica com este Instituto que alia atividades de pesquisa, Pós-Graduação e planejamento nas áreas de manejo de solo e água, manejo integrado de frutas, agricultura orgânica e sustentabilidade da agricultura.



E o atraso na colheita da safra de cana-de-açúcar do centro-sul do Brasil provavelmente vão impulsionar a produtividade agrícola, afirmou a trading Czarnikow na segunda-feira (16 de julho). A moagem de cana do Brasil está cerca de 50 milhões de toneladas atrás da registrada no mesmo período do ano passado, devido ao tempo chuvoso e a um início tardio planejado por algumas usinas. Os preços do açúcar estão sendo sustentados pelo risco climático no maior produtor global. Entretanto, os atrasos vão favorecer o desenvolvimento da safra, o que tende a resultar em uma produtividade agrícola maior. "O tempo chuvoso em junho impulsionou os preços e aumentou o atraso no início da temporada de moagem", afirmou Toby Cohen, diretor da Czarnikow diretor, em comunicado. "Mas o tempo chuvoso pode apenas ajudar a produtividade agrícola e impulsionar o final da safra." A Czarnikow confirmou a sua previsão de safra de cana do centro-sul do Brasil em 505 milhões de toneladas, e disse que esse número ainda poderia subir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário