Chuvas no Primeiro Semestre do Ano

Como já se tem visto há semanas a chuva anda escassa por várias partes do país, no noroeste paulista a situação não é diferente e vemos a cada dia o problema se agravar. O último sinal de chuva que ocorreu na região entre os dias 9 e 10 não alcançou nem a marca de 10 mm, mínimo necessário para que a chuva seja contabilizada na agricultura, desta maneira a contagem de dias sem chuva continua acima dos 40 dias em Paranapuã e com mais de 50 dias para as demais estações.

O volume de chuvas até o momento está bem abaixo da média histórica, que tem um total de chuvas para os seis primeiros meses do ano igual a 775 mm, em 2013 esse total ficou em 700 mm, sendo que em 2014 esse volume chegou apenas a 610 mm, 165 mm a menos, uma quantia considerável e que ilustra o momento atual.

Afluente da margem esquerda do rio Paraná em 3 de julho de 2014

Os 775 mm da média histórica representam 63% do total de chuvas no ano, que corresponde a 1228 mm, em 2013 essa porcentagem entre janeiro e junho ficou em 57%, porém em 2014 o volume de chuvas no mesmo período atingiu apenas 51% deste total, indicando que houve 12% a menos de chuva até o momento.



A média do total de chuvas entre os meses de janeiro e fevereiro chama a atenção, em janeiro segundo o histórico eram esperados 237 mm, mas a precipitação do mês foi quase a metade em 2014, ficando em 121 mm. Em março de 2014 o volume deu um salto e ficou acima da média histórica que é de 154 mm e do volume de 2013 que ficou em 188, chegando a 230 mm, porém não foi o suficiente para alcançar os 562 mm acumulados nos três primeiros meses, acumulando apenas 502 mm.

Depois de janeiro, junho foi o mês que teve o pior desempenho no quesito chuvas, a diferença foi de 75 mm em relação ao histórico, com uma precipitação média entre as estações de 7 mm em 2014, contra 81 mm registrado no histórico.

A expectativa continua a mesma, que ocorra a chuva "inesperada" fora de época, como ocorreu em 2012, quando em junho choveram 160 mm, o dobro esperado para o mês.

Para acompanhar o tempo na região e obter mais informações sobre o clima acesse o Canal CLIMA da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP em: http://clima.feis.unesp.br/index.php


Nenhum comentário:

Postar um comentário