Temperatura é recorde no noroeste paulista

Em plena primavera, estação de belas paisagens floridas e diversificada pelo florescimento de várias especies, o mês de outubro não nos trouxe apenas flores, além de ser o mês de grandes decisões políticas e todas suas implicações, o mesmo começou quente aqui no noroeste paulista e continua com elevadas temperaturas até o momento. Essa semana  foram registrados mais de três recordes de temperatura em três das estações monitoradas pela Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira.

Divulgação/GOOGLE Imagens
Hoje às 14:55  a estação Itapura registrou 41,2°C, superando em 0,2°C a temperatura da última terça-feira (14) e se consolidando como a maior temperatura desde 2011, ano em que a estação foi instalada.
Na estação Santa Adélia, localizada no município de Pereira Barreto - SP, a temperatura máxima registrada foi 40,7°C no dia 15 de outubro de 2014, sendo assim o recorde anual da e chegando próximo ao histórico de 41,3°C.
Já em Ilha Solteira tivemos variações e chegamos à 41,2ºC na quarta feira (15). Foi a terceira vez na semana que a cidade registrou o dia mais quente do ano e, de acordo com a AHI, chegou próximo ao maior registro da estação, feito em 8 de janeiro de 1993, com 42°C.


Comportamento da temperatura máxima no mês de outubro.
Lembrando que no ano de 2014 até então o dia mais quente do ano havia sido no mês de agosto, no dia 31, quando Ilha Solteira registrou 38,1°C, ou seja, 3,1°C a menos do que registramos nessa última quarta feira (15).
Ao contrário da temperatura, a umidade relativa do ar chegou a entrar em estado de alerta (entre 12 e 20%), mas não bateu os recordes históricos registrados nas três estações. Durante a última semana, as estações de Ilha Solteira e Santa Adélia registram minimas de aproximadamente 16%, enquanto a estação Itapura chegou a entrar em estado de emergência, registrando apenas 11,5% de umidade relativa.

Comportamento da Umidade Relativa do ar no mês de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário