Irrigação em cana pode ajudar o setor a sair da crise

Exemplo de planilha utilizada para o manejo da irrigação em cana-de-açúcar.

Pod Irrigar - Irrigando cana, um dos caminhos para sair da crise
Aconteceu em Ribeirão Preto o 1o. IRRIGACANA - Seminário Brasileiro de Irrigação de Cana-de-Açúcar com Água, onde discutimos as alternativas de sistemas de irrigação para a cana, as necessidades de dados-base para a construção de um bom projeto de irrigação e os desafios no manejo da aplicação da água e a necessidade de manter a água das chuvas na bacia hidrográfica como forma de garantir a segurança hídrica.

Abertura do IrrigaCana com o Professor Edivaldo Domingues Velini da UNESP.

Promovido pelo Grupo de Irrigação e Fertirrigação em Cana, o objetivo do seminário foi estimular o uso da irrigação com água em cana, visando aumentar a produtividade do setor e com isso propiciar a redução de custos no processo produtivo, minimizando os riscos climáticos.




Em dois dias especialistas do Brasil, da India e da Austrália discutiram as necessidades e diferentes técnicas de irrigação a ainda as experiências de sucesso de quem já faz uso intensivo dos sistemas de irrigação em diferentes Estados brasileiros.



A fisiologia, suas necessidades hídricas e nutricionais da planta foi discutida e empresas especializadas também tiveram o seu espaço e mostraram o estado da arte dos sistemas e de equipamentos, e que o Brasil conta com as principais tecnologias disponíveis no mundo.



No fechamento do 1o. IRRIGACANA diretores de unidades produtores discutiram a priorização dos investimentos em irrigação como uma das formas de superação da crise atual.


Porém, é consenso que para que se faça uso integral da irrigação, outorga, licenciamento ambiental, crédito e disponibilidade de energia são desafios a ser superados e que devem estar dentro de um planejamento de médio e longo prazo.



Este foi o tema do Pod Irrigar - o Pod Cast da Agricultura Irrigada. da semana que contou com a colaboração do Engenheiro Agrícola Miguel Guazzelli e Luciano Vieira, e os agradecemos. Ouça também os anteriores. O GIFC preparou um álbum de fotos registrando o 1o. IRRIGACANA, confira!

Recursos hídricos






Safra - Café
Seca deve provocar perda de 30% na produção de café em Minas Gerais, mas em compensação, quem investiu em irrigação aproveita dos preços elevados neste ano e em 2015. Devemos pensar também no custo de "não irrigar", ou seja, de quanto perdemos se a chuva não vier! E a EMBRAPA analisa cenários para a produção de café devido às mudanças climáticas. Confira! As chuvas baixam a poeira, mas ainda levantam dúvidas.

Negócios - empreendedorismo

Redes sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário