Chuvas de convecção que não pagam a Evapotranspiração.

        No decorrer deste mês a Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista registra muita chuva de convecção, estas caem em pouco tempo, com volumes altos e contrastam com regiões que só perdem água, com altas taxas de evapotranspiração, como é possível conferir abaixo:  

        A precipitação em Populina sobressai-se em relação a evapotranspiração (ETo), sendo 118,2 mm contra uma ETo de 55,6 mm, no entanto são chuvas de convecção mal distribuídas durante o mês, e portanto a maior parte desta água não chegou aos lençóis freáticos e rios, foram perdidas.  

Dados climáticos do município de Populina no mês de janeiro de 2015.
        Outras cidades monitoradas pela Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista que registraram valores altos de precipitação até o momento, mas que que também foram chuvas de convecção que não abasteceram os lençóis foram:

Dados climáticos do município de Paranapuã no mês de janeiro de 2015.
        Em Paranapuã 3 dias foram marcados com chuva considerável para a agricultura e a ETo total já passou de 60,3 mm no mês. 

        Itapura também registrou um alto valor de precipitação em relação à outras estações, no entanto, dos 59,7 mm marcados, 51,3 mm foram em um dia e não contribuiu praticamente nada na agricultura, que precisa de água todos os dias. 
Dados climáticos do município de Itapura no mês de janeiro de 2015.

        Bonança e Santa Adélia (Pereira Barreto), durante todo o mês, registraram 2 mm de chuva e a primeira fazenda marcou uma ETo de 43,2 mm, em Ilha Solteira foi 3,3 mm de chuva contra 63,9 mm de ETo, Marinópolis registrou 25,4 mm de chuva, sendo destes 24,1 mm em um dia e a ETo já marcou 57,2 mm, Sud Mennucci choveu 31 mm, e destes 9,4 mm em 12/01 e 15,2 mm em 11/01 e a ETo foi de 58,7 mm, ficando evidente a má distribuição da chuva tanto no tempo quanto no espaço. 

        Nas cidades de José Bonifácio e Novo Horizonte as culturas de cana e amendoim também sofrem com esta má distribuição de chuva, ontem a evapotranspiração na região destas cidades chegou a marcar 5,9 mm.

Acompanhe todo o trabalho da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP de Ilha solteira a partir de:
Skype: equipe-lhi
Email: irriga@agr.feis.unesp.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário