XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto

Área de Hidráulica e Irrigação estará presente no XVII Simposio Brasileiro de Sensoriamento Remoto de 2015 a partir do próximo dia 24, em João Pessoa - PB, e como de costume estamos disponibilizando resumos dos trabalhos a serem apresentados pela equipe. Hoje, o segundo trabalho apresentado será o da estagiária Emanoele Caroline Amendola que trás como título do seu trabalho: "Variabilidade espacial da temperatura superficial de ecossistemas sensíveis". O objetivo deste trabalho é mensurar a temperatura de superfície da microbacia do córrego Cabeceira Comprida, localizada no município de Santa Fé do Sul, no noroeste paulista, utilizando as bandas do satélite Landsat 8.

A área de estudo do trabalho é o principal manancial que abastece o município  de Santa Fé do Sul e atualmente vêm apresentando fragilidade ambiental pelo contínuo uso agrícola da região, pela quantidade de solo exposto e erosões, afetando também a qualidade de água nos leitos da bacia. 


A temperatura determinada por sensoriamento remoto de um dado alvo será diretamente proporcional a radiação emitida por ele. Assim sendo, pode-se considerar que a temperatura é uma medida que mensura fisicamente a energia média de movimento de partículas num sistema em equilíbrio térmico dado seu grau de liberdade. Dessa forma conclui-se que quanto maior a temperatura, maior é a radiação emitida, e sua variação é um indicador de áreas com solo exposto e degradadas em estudos de preservação ambiental e monitoramento de Áreas de Preservação Permanente (APP).


Figura 1. Área de estudo, microbacia hidrográfica Cabeceira Comprida.


:: Sobre o XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto
XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto (SBSR), ocorrerá em João Pessoa - PB entre 25 e 29 de abril de 2015, e tem como objetivo congregar a comunidade técnico-científica e o usuário empresarial das áreas de Sensoriamento Remoto, Geotecnologias e de suas aplicações para a apresentação de trabalhos e debates sobre as pesquisas, desenvolvimento tecnológico, ensino e a política científica realizados no país e no mundo nos últimos dois anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário