Prontos para o III INOVAGRI INTERNATIONAL MEETING

Este ano terá lugar o III INOVAGRI International Meeting que é uma realização do Instituto INOVAGRI e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Engenharia da Irrigação (INCT-EI). Evento que se realizará no Centro de Eventos do Ceará (Fortaleza) nos dias 31 de agosto ao 03 de setembro do presente ano.
E como é costume, a equipe da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP de Ilha Solteira prestigiaria este evento com 5 resumos expandidos:
  • Evolução das áreas irrigadas por pivô central no Noroeste Paulista.
  • Evolução das áreas irrigadas por pivô central no Oeste Paulista.
  • Uso do algoritmo SAFER para análise de conforto térmico e evapotranspiração em áreas urbanas.
  • Atenção da mídia por questões hidro-ambientais no Noroeste Paulista.
  • Estacionalidade da evapotranspiração e produtividade da água na microbacia do Córrego da Mula em Santa Fé do Sul - SP.
Nesta ocasião apresentamos o trabalho referente a estacionalidade da evapotranspiração e produtividade da água na microbacia do Córrego da Mula em Santa Fé do Sul - SP. Segue a continuação o resumo do trabalho:
"A microbacia do córrego da Mula se apresenta como um sócio-ecossistema sensível, cuja produção de água está comprometida pelo assoreamento dos talvegues, ausência de matas ciliares e nascentes desprotegidas. A água da microbacia é requerida para o abastecimento da população, diluição do efluente da Estação de Tratamento de Esgoto e atividades agrícolas. O uso e ocupação atual do solo tem evidenciado que a capacidade de gerar e armazenar água pela microbacia é excedida pela demanda em períodos de seca, agravando-se em períodos de secas prolongadas, sendo assim necessário avaliar o comportamento da água acima do solo na microbacia, realizado nas épocas seca e úmida dos anos 2013 e 2014. Foram adquiridas imagens do Landsat-8 (OLI e TIRS) para os meses com menor e maior precipitação dos dois anos. Com o modelo SAFER (Simple Algorithm for Evapotranspiration Retrieving) foram calculadas a evapotranspiração atual, biomassa e produtividade da água, apresentando valores médios na microbacia de 0.30 mm dia-1, 7.3 Kg ha-1 dia-1 e 1.71 Kg m-3 respectivamente, para o período seco (doy: 249) do ano 2013 e de 1.90 mm dia-1, 8.8 Kg ha-1 dia-1 e 1.92 Kg m-3 no período seco (doy: 252) do ano 2014. No período úmido (doy: 76) em 2014 os valores médios de evapotranspiração atual, biomassa e produtividade da água foram de 3.35 mm dia-1, 45.4 Kg ha-1 dia-1 e 3.35 Kg m-3, respectivamente. No ano 2014 pela restrição hídrica no período seco inerente à época, a evapotranspiração atual representa o 57% da capacidade evapotranspirativa quando comparado com a época úmida do mesmo ano. Da mesma forma a biomassa representa o 19.4% do potencial da microbacia e uma produtividade da água com 57% de eficiência na época seca. A microbacia do Córrego da Mula, em época seca, opera à metade da sua capacidade conhecida para o ano 2014".



Ano
Época
DOY
ET
(mm d-1)
BIO
(Kg ha-1 d-1)
WP
(Kg m-3)
2013
Seca
249
0,30±0,34
7,3±12,3
1,71±0,79
2014
Úmida
76
3,35±1,07
45,4±27,9
3,35±1,07
Seca
252
1,92±0,88
8,8±15,0
1,92±0,88

O que significa, que a vegetação na microbacia do Córrego da Mula, além de estar sob a influencia da falta de água no período seco; nos anos 2013 e 2014 tem tido que se adaptar ,ou esta em processo adaptativo (resiliência), as atuais mudanças climáticas que não só estão afetando o Noroeste Paulista (ausência prolongada de chuvas) senão o mundo inteiro. Razão pela qual este trabalho torna-se de suma importância para monitorar tais processos e quantifica-los, o que garantirá  toma decisões adequadas de acordo com as condições atuais.


Conheça mais sobre a AHI da UNESP Ilha Solteira e interaja conosco a partir de:

Acompanhe todo o trabalho da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP de Ilha solteira a partir de:
Skype: equipe-lhi
Email: irriga@agr.feis.unesp.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário