E aconteceu mais um IrrigaShow e a UNESP também estava lá

"O que realmente interfere na felicidade é o tempo que passamos com pessoas que são importantes para nós, como amigos e familiares - mas só se você estiver por inteiro: não adianta ficar no celular quando se encontrar com quem você ama. Hoje, muita gente prioriza o trabalho em vez dos relacionamentos, e isso aumenta a infelicidade.
Muita gente não sabe o que pretende da vida simplesmente porque nunca pensou sobre o assunto. As pessoas vivem no piloto automático. Ouvem de alguém que deveriam ser advogado ou médico, e acreditam em vez de se perguntar do que gostam. Essa é a questão fundamental." Tal Ben-Shahar, na Você S/A.

Irrigashow 2016 e o [Pod Irrigar]
Ano passado chegamos, fizemos a palestra e voltamos este ano, quando realmente pudemos sentir a dimensão e importância do IrrigaShow, pois ficamos os dois dias de evento e também visitamos as áreas agrícolas dos Campos de Holambra. A Bolsista PROEX Marilia Grabiella fez uma postagem bem detalhada sobre o IrrigaShow 2016 e a nossa participação com a palestra "A expansão da Agricultura irrigada e a importância da capacitação tecnológica para a sustentabilidade da produção de alimentos". Mais de 2000 pessoas estiveram presentes e cabe agradecer o convite e oportunidade que a ASPIPP proporcionou não somente a nós, mas a todos que estiveram presente, muitos de outros Estados. Recebem também os PARABÉNS. Revemos alunos e amigos, fizemos novas amizades, concedemos entrevista, aprendemos.

Rodrigo Pigioni saiu de Buri e veio nos prestigiar.

Waldir Max Júnior veio de Assis e emprestou sinergia à Comissão Organizadora.

Aqui, o exemplo da crise hídrica para mostrar que investimentos em infra estrutura hídrica são necessários: reservação e transposição de água.

No [Pod Irrigar] - o Podcast da Agricultura Irrigada de hoje, o IrrigaShow levanta reflexões e orientações sobre a relevância da irrigação na agricultura em todo o país e convidamos a Engenheira Agrônoma Priscila Silvério Sleutjes, Secretaria Executiva da ASPIPP para fazer o balanço desta 6a. Edição que se encerrou na quarta-feira. Ouça as demais edições do [Pod Irrigar].
Agricultura irrigada e seus efeitos multiplicadores sócio-econômicos ou ainda, do ramal da fome para celeiro da produção de alimentos do Estado de São Paulo. Como é possível? Confira a reportagem! Mas atenção: na matéria a Jornalista confunde área irrigada por pivô central com área irrigada total. Tanto em São Paulo e no final no Brasil. Todos os números se referem à sistemas pivô central. Mas é uma ótima e estimulante matéria
Água e meio ambiente são destaques no IrrigaShow 2016 em Paranapanema na TV Tem, com participação nossa como entrevistado.


Os alunos do Programa de Pós-Graduação em Irrigação e Drenagem da UNESP Botucatu também estiveram presentes no IrrigaShow 2016 e aproveitaram a oportunidade para unir academia à prática em agricultura irrigada.

E também fomos ao campo conhecer o plantio de grãos, de citros e a infra estrutura de irrigação e de reservação de água, as represas e os tanques de armazenamento de água.
Trigo para ser colhido.
Feijão recém plantado.

Represa.

Tanques escavados que guardam a água do período chuvoso para usar no período seco.

Comissão Organizadora está de parabéns por mais esta edição do IrrigaShow.

Manejo da irrigação
Acreditamos que realizar o manejo da irrigação corretamente é o maior desafio da agricultura irrigada atualmente, porque depende de ações diárias, da escolha de coeficientes adequados e decisão baseada no conhecimento integrado do sistema solo-água-planta-atmosfera.
No IrrigaShow 2015 dissemos que ou o irrigante aprende a lidar com todas as variáveis ligadas ao manejo eficiente da irrigação ou contrata serviço das empresas que trabalham no assessoramento nesta área, mas que o irrigante não poderia mais irrigar apenas baseado "na bica do botina". Porém erramos na nossa avaliação quando dissemos que havia apenas duas empresas em escala nacional para prestar este serviço - a Irriger e o Sistema Irriga - e que não acreditávamos que surgiria uma nova empresa para trabalhar em todo o território nacional. Em um ano mais duas empresas surgiram, a Agrosmart e a iCrop. Ganha o irrigante e a agricultura irrigada.

Internet - Empreendedorismo
Há 10 dias atrás recebo de uma das alunas a primeira versão de um artigo em que no título estava a sigla "IoT" e logo decretei: "troque isso, as pessoas não sabem o que significa" e ela me disse "pode não saber, mas está presente na vida de todos e é sobre isso que o meu artigo trata". E aí deparo com a seguinte matéria na Folha de São Paulo de hoje (p.A.27) "Internet das coisas conecta de bueiro a boi - Conexão de objetos à rede atrai novas empresas para oferecer serviço que aumenta a eficiência e produtividade" e apresenta exemplos em vários setores econômicos. Internet of Things (IoT)  de acordo com a Cisco está aumentando a conexão entre pessoas e coisas em proporções jamais imaginadas. Os dispositivos conectados superam a população mundial em de 1,5 para 1. O ritmo de adoção da IoT pelo mercado está aumentando cada vez mais pelos seguintes motivos: expansão das soluções analíticas e da computação em nuvem, aumento da conectividade entre máquinas e dispositivos pessoais inteligentes e crescimento do número de aplicações que conectam cadeias de suprimentos, parceiros e clientes

Política - Comportamento
Interessante como de tempos em tempos a história se repete! Vale a leitura e reflexão o artigo de Reinaldo Azevedo! "Ontem, quando vocês lutavam com os policiais, eu me identificava com os policiais. Porque os policiais são filhos de gente pobre. Eles vêm das periferias rurais ou urbanas. Eu conheço muito bem o modo como foram meninos e rapazes, seus minguados tostões. Conheço o pai deles, que também nunca foi senhor de si, mas por causa da miséria, não da falta de altivez. Conheço a mãe, calejada como um carregador, ou magra como um passarinho por causa de alguma doença. E tantos irmãos; o casebre entre as árvores, em áreas invadidas; casa de cômodos onde há esgoto a céu aberto, ou apartamentos em grandes habitações populares." Quando o leitor imagina que aconteceu isso? Descubra você mesmo no texto completo em espanhol ou em italiano!

Em "Procela agourenta" Hélio Schwartsman escreve "A megarrecessão que vivemos, cortesia do governo Dilma, é desastrosa porque nos rouba anos preciosos. Estima-se que, se tudo correr bem, a renda "per capita" que tínhamos em 2013 voltará lá por 2021, já perto do fim da janela de bonança. Como se isso fosse pouco, o Ideb agora mostra que o país não está conseguindo avançar na educação. Numa interpretação benigna, o Brasil estagnou —e num patamar muito ruim. Na principal comparação internacional, o Pisa, nossos alunos ocupam as últimas posições. Isso significa que também vão ficando menores nossas chances de nos tornarmos um país próspero pela via do aumento da produtividade, que, cada vez mais, depende de um amplo contingente de cidadãos educados o bastante para ter ideias inovadoras e para extrair o máximo das mudanças tecnológicas que vêm do exterior. Sem bônus demográfico e sem educação de qualidade, ficamos na dependência do imponderável para nos tornarmos um país desenvolvido. E o problema do imponderável é que, bem..., ele é imponderável."

Felicidade se ensina?
Professor de Harvard ensina alunos a ser feliz. Conhecido por dar as aulas mais concorridas da Universidade Harvard, o israelense Tal Ben-Shahar conta em entrevista à VOCE S/A como ajuda os alunos a ser mais realizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário