E nossos alunos visitarama LINDSAY e a SENNINGER e há muito mais para ser lido e principalmente, pensado



Estivemos com os alunos da disciplina de "Manejo e Operação de Sistemas de Irrigação" do Programa de Pós-Graduação em Irrigação e Drenagem da UNESP acompanhados do Professor Doutor Rodrigo Roman - também Coordenador do Programa de Pós-Graduação - visitando as empresas LINDSAY América do Sul (em Mogi Mirim) fabricante de sistemas de irrigação tipo pivô central e Senninger (em Jaguariúna), empresa líder na fabricação de todos os tipos de emissores para irrigação. Ambas as empresas são americanas e tem no Brasil um importante parceiro comercial face o grande potencial para a expansão da agricultura irrigada em nosso país.



Na Lindsay fomos inicialmente recebidos pelo Diretor Presidente Márcio Santos onde tivemos uma verdadeira aula de tecnologia a serviço da agricultura irrigada, resultando em uma grande oportunidade de interação e integração entre a academia e o mercado de trabalho. Márcio chegou a pegar o pincel atômico e nos proporcionou uma verdadeira aula de administração, negócios e até mudanças climáticas e o futuro das empresas do setor - um privilégio -, enquanto que Bruno Perroni - Supervisor Comercial -  em seguida nos mostrou como a tecnologia dos sistemas pivô central e a sua tecnologia embarcada pode e deve ser trabalhada a favor da produção de alimentos com eficiência






Na edição de 15 de setembro de 2016 do [Pod Irrigar] - o Podcast da Agricultura Irrigada, Bruno Perroni foi o convidado e falou sobre a integração entre empresas e universidades favorecendo a  produção de tecnologias na área da irrigação.




Na empresa SENNINGER - líder na fabricação de emissores para sistemas de irrigação - fomos recebidos pelo Diretor Presidente da empresa Marcus Vinicius Schmidt e pelos Gerentes de Produtos Arthur Lyra e Gustavo Hossri quando nos foi apresentada ainda mais tecnologia, agora na aplicação de água para todos os fins, com uma tarde inteira dedicada e ensinar a aplicação de cada emissor, mostrando ainda mais tecnologia a serviço da agricultura irrigada para a produção de alimentos, ampliando a oportunidade de interação e integração entre a academia e o mercado de trabalho e somos muito gratos pela oportunidade dada pelas empresas e seus Dirigentes e Colaboradores
No dia 22 de setembro de 2016, o convidado do [Pod Irrigar] foi Marcus Vinicius Schmidt que sinalizou a relevância da visita dos alunos da UNESP na empresa de irrigação em busca de aprimoramento profissional.





Seminários em Irrigação
Na disciplina de Irrigação e Drenagem aconteceram os primeiros seminários com as seguintes notas: Água: pode acabar mesmo? O que fazer então?, nota  7,0. Outorga do direito do uso da água e as diferenças nas concessões no âmbito Federal e Estadual,  Nota 7,3. Reservação de água na propriedade: do que precisamos saber à viabilidade técnico-econômica, nota 6,3 e Perímetros ou Distritos de Irrigação: o que são, onde estão e qual a sua importância? Nota 10.

Transposição do Rio São Francisco
Governo relicitará obra de um trecho da transposição do rio São Francisco sob responsabilidade da Construtora Mendes Júnior que estavam praticamente parados serão relicitados pelo governo. De acordo com o Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, a empresa informou que não tem mais condição de continuar as obras de seus dois contratos, estimadas em R$ 1,2 bilhão. Os contratos firmados com o Ministério da Integração Nacional são para a construção das estruturas de engenharia da primeira etapa do Eixo Norte do empreendimento, que compreende a captação de água do rio São Francisco, em Cabrobó (PE) e outra próximo ao reservatório Jati, na cidade de Jati (CE), somando cerca de 140 quilômetros de extensão. Mas há grandes chances do canal estar construído e não haver água nas quantidades estimadas quando o projeto foi concebido. O maior reservatório de água do Rio, o de Sobradinho, deve chegar ao volume morto até o fim do ano. No fim do ano passado, ele chegou muito próximo disso. O governo está anunciando um programa de R$ 10 bilhões para revitalizar o rio. (Com mapa de situação).

Agropecuária
Mauro Zafalon informa que a pecuária prioriza produção de bezerros e vende menos fêmeas e também o feijão é o produto mais em falta nos supermercados do país. E o que mais está faltando? Maria Frias conta para nós!

Desmatamento - Conservação do solo
"Catastrophic Declines in Wilderness Areas Undermine Global Environment Targets" mostra que áreas selvagens da Terra estão desaparecendo à um ritmo que ultrapassou significativamente a sua proteção ao longo das últimas duas décadas. Apesar de sua importância ecológica, climatológica e cultural, áreas selvagens são ignorados em acordos ambientais multilaterais, destacando a necessidade de urgente atenção política global. E o estudo inclui o Brasil.

Fapesp subindo ainda mais a régua
Além de trabalharem em um ambiente científico sólido, onde não falta dinheiro, José Goldemberg, 88, presidente da Fapesp, em entrevista, defende a tese de que os pesquisadores paulistas devem ter a barra de qualidade de seus trabalhos colocada mais no alto

Nenhum comentário:

Postar um comentário