Defesa de Tese do Doutorando em Agronomia (Sistemas de Produção), Daniel Noe Coaguila Nuñez

No dia 27 de janeiro de 2017 às 14:00 horas, acontecerá a Defesa de Tese do aluno da Pós-Graduação em Agronomia (Sistemas de Produção), Daniel Noe Coaguila Nuñez, sob a orientação do Prof. Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez e do Pesquisador Dr. Antônio Heriberto de Castro Teixeira. Tese intitulada "Evapotranspiração em bacia hidrográfica degradada - o caso do córrego Cabeceira Comprida em Santa Fé do Sul, SP".

A Banca Examinadora da Defesa de Tese será conformada por:
          Pesquisador
          Grupo de Pesquisas e Inovações Geoespaciais
          Embrapa Monitoramento por Satélite
          Professor Adjunto
          Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira
          Departamento de Fitossanidade, Engenharia Rural e Solos
          UNESP
          Professor Assistente Doutor
          Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira
          Departamento de Fitossanidade, Engenharia Rural e Solos
          UNESP
          Professor Titular
          Departamento de Engenharia de Biossistemas
          Área de Hidráulica
          ESALQ - USP
          Professor Titular
          Departamento de Ciências Exatas e da Terra - DCET I
          Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Disponibilizamos o resumo do trabalho:

"Em um cenário de mudança climática e de uso e ocupação do solo, a bacia do córrego Cabeceira Comprida, localizada em Santa Fé do Sul - SP, se apresenta como degradada com talvegues assoreados, ausência de matas ciliares e nascentes desprotegidas levando à incapacidade de gerar e armazenar água para atender a demanda atual (população, agricultura e saneamento) em períodos de seca, agravando-se em secas prolongadas, como as de 2004, 2013 e 2014 exacerbando o problema do abastecimento de água à população. Sendo assim necessário avaliar o comportamento da água acima do solo na bacia com o uso combinado de imagens Landsat 5 (TM) e Landsat-8 (OLI e TIRS) no período de 2000 - 2011 e 2013 - 2015 e informações provenientes de estações agrometeorológicas em solo. Para tanto, utilizou-se modelo Simple Algorithm for Evapotranspiration Retrieving (SAFER) para estimativa da evapotranspiração atual, resultando em média da bacia no período avaliado de 0,70 mm dia-1, 0,85 mm dia-1 das espécies invasoras (EI), 1,20 mm dia-1 da mata remanescente (MR), 0,70 mm dia-1 da pastagem (Pa), 0,65 mm dia-1 das culturas anuais (CA) e 0,72 mm dia-1 da cultura perene (CP). O ano de 2003 registrou a menor média de evapotranspiração da bacia com 0,42 mm dia-1, enquanto o ano de 2015 apresentou a maior média anual do período estudado, com 1,03 mm dia-1. Destaca-se que a evapotranspiração das EI se correspondem ao consumo de 25% da população de Santa Fé do Sul, o que traz consequências na época seca quando o recurso hídrico é mais escasso, exigindo ações imediatas para a produção e armazenamento de água na bacia, que tem morfometria alongada, evidenciando menor risco de cheias em condições normais de pluviosidade anual, a declividade média de 5,4% caracteriza o relevo como suave-ondulado, com drenagem deficiente (1,054 km km-2). Com essas características morfométricas associadas à precipitação anual média de 1.271 mm e padrão de drenagem caracterizado como do tipo dendrítico, com baixo grau de ramificação (Ordem 3), a disponibilidade de água não deveria ser um problema, mas o é, pelo fato de que a bacia se encontra degradada com apenas 4,5% de mata remanescente, os serviços ecossistêmicos fornecidos pela vegetação natural são mínimos e insuficientes para atender a demanda de água por parte dos usuários. São necessárias a adoção de medidas de mitigação, incluindo intervenção e implementação de ações como por exemplo, o pagamento por serviços ambientais, sendo uma medida urgente a preservação ou recomposição da mata ciliar."



Como uma pequena amostra, deixamos algumas figuras que formam parte da Tese:









Nenhum comentário:

Postar um comentário