E mais um semestre se foi...




Fiquei feliz com a recuperação na terceira prova - confesso que vocês nos deram um susto grande no meio do semestre - e parabéns pelo desempenho daqueles que efetivamente se dedicaram e colheram aprendizado e capacitação. Nosso agradecimento especial ao Caio Shiroto, que atuou com grande maestria mais uma vez na condução da Monitoria que teve uma grande acolhida da maior parte da Turma, que certamente colheu e ainda colherá mais frutos desta dedicação!


Outro aspecto importante a ser observado pelos alunos é a correlação significativa (à 5%) entre a média das listas de exercícios e a média final de cada aluno, reforçando a importância das listas para a consolidação do aprendizado. Ou seja, diluir os estudos ao longo do semestre parece ser uma prática recomendada.



Mais uma vez contamos com o apoio na Monitoria do Caio Shiroto que acreditamos desenvolveu um excelente trabalho de apoio e esclarecimento dos exercícios e dúvidas e publicamente recebe os nossos mais sinceros agradecimentos. É sempre ótimo poder trabalhar junto dele.


Recursos hídricos
As notas da segunda prova, segundo trabalho e média final assim ficaram:
Bárbara Herrera Carrenho: 0, 0,0 e 2,4. 
Beatriz Batello Rodrigues : 5,5, 8 e 6,4.
Cleber Marcos de Oliveira Filho: 0, 0 e 1,3. 
Gabriel Carbo Cavinato: 9, 8 e 8,3.  
Gustavo de Nobile Edgar: 7,8, 8 e 6,8. 
Henrique de Oliveira Lima: 0, 0 e 2,9. 

Boas férias
À todos, ótimas férias, muito sucesso e nunca se esqueçam: o nosso sucesso depende do sucesso de vocês! Não se acomodem jamais!

Entretenimento
Conhecem Rolling Stones? Deveriam conhecer! Na primavera de 1971 os Rolling Stones deviam mais impostos do que poderiam pagar e deixaram o Reino Unido antes que o governo pudesse se apropriar de seus patrimônios. É tocavam para caramba, mas desorganizados, não pagavam impostos e então os Rolling Stones se auto-exilaram na França com a missão de fazer um álbum, um filme e organizar os shows para ganhar a grana para pagar os impostos e voltarem para o Reino Unido. Como um estúdio de gravação adequado não pôde ser encontrado, aonde eles pudessem continuar a trabalhar no álbum, resolveram usar o porão da casa de Keith Richards como estúdio de gravação usando a aparelhagem e estrutura do Rolling Stones Mobile Studio, o Caminhão de Gravação Móvel da Banda. Sob pressão para fazer escrever as músicas e em condições de gravação inferiores ao que já estava acostumados, para mim e parte da crítica, lançado em 1972, "Exile on Main Street" é o melhor álbum deles. E assim, concordamos e complementamos a primeira figura desta postagem! Que tal dar uma escutadinha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário