Chuva convectiva atinge o noroeste paulista

As chuvas podem ser definidas como convectivas, orográficas ou frontais. No primeiro caso, as conhecidas pancadas de verão, são formadas a partir da ascensão do ar quente e descida do ar frio e nesta movimentação as partículas de vapor d'água são carregadas para a formação das nuvens.
Tal tipo de chuva é facilmente percebida ao analisarmos gráficos de, por exemplo, 5 minutos.
A descida do ar frio faz com que as temperaturas caiam bruscamente, que, combinados com a movimentação do vapor d'água, aumentam a umidade relativa do ar de maneira inversamente proporcional, sendo característico também alterações na velocidade e direção do vento. Como aconteceu nesta quinta-feira em Paranapuã, onde até o momento foram 36,3 mm no município de Paranapuã, em pouco mais de 60 minutos.
Fonte: Canal Clima da UNESP Ilha Solteira.

Analisando apenas a estação Paranapuã, em um período de aproximadamente 1 hora, a temperatura passou de 30°C para suaves 22°C, a umidade relativa passou de aproximadamente 66 para 96%, com grandes alterações na velocidade do vento (que atingiu 15,8 Km/h). Resultado disto: Chuva com intensidade de até 70 mm/h. Outra característica das chuvas convectivas é a pontualidade, como podemos observar na imagem abaixo, onde a chuva atingiu a região de Jales.
Fonte: IPMet/UNESP.

Em Paranapuã até o momento precipitaram 133 mm  no mês de março, ou 636 mm em 2017, o que já representa 45% do esperado para o ano todo, até o final de março são esperados 662 mm nesta estação (no período de Janeiro até o fim de março).

Vale lembrar que a chuva é um fenômeno natural, que faz parte do ciclo da água, e é a forma da natureza "devolver" ao solo a água retirada por diversos processos, entre eles o de evapotranspiração.

Acompanhe as atualizações do clima da região Noroeste Paulista através do Canal Clima e fique ligado nos diversos assuntos relacionados a agricultura irrigada no Canal da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira.


SERVIÇO - Canais de Comunicação operados pela UNESP Ilha Solteira
- Informações sobre agricultura irrigada e agroclimatologia no noroeste paulista são publicadas regularmente: BLOG da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira
- Informações também em (018) 3743-1959

Nenhum comentário:

Postar um comentário