Chuvas são esperadas para evitar prejuízos na produção de cana de açúcar

A falta de investimentos na renovação de canaviais ou na implantação de sistemas de irrigação  tornou o produtor de cana de açúcar, novamente, refém do clima na safra 2017/2018 na região Noroeste Paulista.
Até o início da safra, que na região costuma começar no final do mês de Março e início de Abril a chuva veio em quantidades satisfatórias, deixando os canaviais vigorosos. No mês de Janeiro, por exemplo, choveu acima da média histórica em todas as estações da Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista.

Fonte: CANAL CLIMA

Apesar disso, se aproxima o período em que ocorre o déficit hídrico no solo e muitos canaviais estão em idade avançada o que diminui a produtividade. Em um panorama mais abrangente, segundo a Aplacana (Associação dos plantadores de cana da região de Monte Aprazível), na região Centro Sul do país a expectativa das usinas é moer 600 milhões de toneladas na safra 2017/2018, uma retração de 1,7 % em relação a safra 2016/2018, isso ocorre devido a diminuição da área plantada devido à escassez de crédito.
Portanto, são esperadas chuvas frequentes e em quantidades satisfatórias para manter o estoque de água no solo para que a cultura tenha água suficiente para se desenvolver no período de maior déficit hídrico evitando prejuízos na atividade.
Até o momento, chuvas significativas para a agricultura começam a cair na região Noroeste Paulista, ontem 11/04/2017, choveu 33 mm em Ilha Solteira e 18,5 mm em Marinópolis. No momento dessa postagem chovia em toda a região, o que traz tranquilidade para o setor sucroenergético por um período de 10 a 15 dias.

Fonte: CANAL CLIMA
 Ontem o Tem Notícias 2ª edição apresentou uma reportagem bastante didática sobre esse tema que pode ser acessada clicando aqui.

SERVIÇO - Canais de Comunicação operados pela UNESP Ilha Solteira
- Informações sobre agricultura irrigada e agroclimatologia no noroeste paulista são publicadas regularmente: BLOG da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira
- Informações também em (018) 3743-1959



Nenhum comentário:

Postar um comentário