Chuva no mês de Maio na região Noroeste Paulista

O mês de maio começou com muitas precipitações no Noroeste Paulista, de acordo com a Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira, até o dia 07 deste mês já tivemos chuvas com mais de 50% do esperado pela média histórica em grande parte da região. 

Para o mesmo período analisado (do dia 01 ao dia 07 de maio) em 2016, não tivemos precipitação em nenhuma das 8 estações agrometeorológicas monitoradas pela Área de Hidráulica e Irrigação, o que não é incomum, pois o ano hidrológico, ou seja, a época do ano onde verifica-se maiores índices de chuva, para o estado de São Paulo, se inicia em outubro e normalmente tem seu fim no mês de março.

Comparando a média histórica da região Noroeste Paulista, em 2017 nas estações de Santa Adélia (localizada no município de Pereira Barreto) e Marinópolis, tivemos respectivamente 86% e 50%  das chuvas que são esperadas para todo o mês precipitadas em apenas uma semana. 
O destaque é para a cidade de Ilha Solteira, que já ultrapassou o valor estimado em aproximadamente 21%. Fato que foi presenciado na sexta feira do dia 05, onde uma chuva intensa iniciou por volta das 17:25 horas, com o pico de intensidade as 17:50 horas quando em cinco minutos foram registrados 11,4 mm, representando uma intensidade de 136,8 mm/h, causando alagamentos em alguns pontos do município. 

Foto enviada à equipe via WhatsApp
A velocidade dos ventos também teve a sua importância, em Itapura o vento Norte classificado como muito forte chegou a 33.1 km/h às 17h56, e a precipitação de 21 mm. Em Paranapuã o vento chegou a 37 km/h há pouco mais de uma hora às 19h23. 



 SERVIÇO - Canais de Comunicação operados pela UNESP Ilha Solteira
- Informações sobre agricultura irrigada e agroclimatologia no noroeste paulista são publicadas regularmente: BLOG da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira
- Informações também em (018) 3743-1959




Nenhum comentário:

Postar um comentário