[Pod Irrigar] - Balanço de energia e evapotranspiração incremental em bacias hidrográficas


[Pod Irrigar] - Balanço de energia e evapotranspiração incremental em bacias hidrográficas
Mudanças climáticas é um tema que envolve toda a sociedade e muitos pesquisadores alertam sobre os impactos no regime de precipitação e da temperatura do ar e alterações dos balanços hídricos e de energia em diversas regiões e assim quantificação dos componentes do balanço de radiação e energia em larga escala é crucial para elaboração de modelos ambientais, importantes para as decisões públicas sobre a gestão dos recursos naturais e nas avaliações dos impactos das ações antropogênicas, com bem alertou CARDOZO e seus Colaboradores, enquanto que, ASSAD e Equipe alertavam que as mudanças de uso da terra e climáticas podem provocar uma reorganização das áreas e dos períodos de cultivos pelas diferentes culturas agrícolas e a possibilidade de modificação no zoneamento de aptidão de uma determinada região, pois as condições agrometeorológicas determinam o desenvolvimento e a produtividade destas culturas. Nesse sentido o uso dos sistemas de irrigação passam a ser cada vez mais obrigatórios.
A evapotranspiração é um processo de transferência de água para a atmosfera que ocorre na superfície terrestre na forma de vapor e é resultado da evaporação da água no solo e da transpiração dos vegetais.
Para obter a evapotranspiração adota-se diversos métodos, alguns limitados, pois estimam valores pontuais para um determinado local específico e não para uma escala de maior análise espacial. Por outro lado, cada vez mais utilizadas, estão as técnicas de sensoriamento remoto que permitem, quando combinadas com informações climáticas obtidas em estações agrometemeorológicas, obter a evapotranspiração atual em larga escala, ou seja, em toda uma microbacia ou região, trazendo informações de grande importância para o gerenciamento dos recursos hídricos.
Acaba de ser publicado na Revista Brasileira de Cartografia (2016, Número 68/10: 1975-1992) o artigo "Mapeamento da variação espacial e temporal do balanço de radiação e energia em diferentes tipos de uso e ocupação do solo", em que Renato Alberto Momesso Franco, Fernando Braz Tangerino Hernandez e Antônio Heriberto de Castro Teixeira combinaram informações do satélite Landsat com variáveis climáticas obtidas pela Rede Agromteorológica do Noroeste Paulista no modelo SAFER (Simple Algorithm For Evapotranspiration Retrieving) para avaliar as possíveis alterações no balanço de radiação e energia entre os anos de 1996 a 2010 em três microbacias hidrográficas dos municípios de Pereira Barreto e Sud Mennucci, que passaram por grande transformação no uso e ocupação solo em seus mais de 10 mil hectares, com a pastagem predominante dando lugar à cana de açúcar e culturas anuais sob irrigação.
Os resultados confirmaram a elevada correlação da radiação líquida em relação à global, com média de 46% e a evapotranspiração incremental de 153% no período, proporcionada pelas novas áreas irrigadas e ainda que a aplicação do algoritmo SAFER permitiram a determinação da evapotranspiração atual em diferentes condições hidrológicas e a análise do balanço de energia e água, visto que os resultados obtidos estão coerentes com outros valores reportados pela literatura, enquanto que os valores de NDVI são influenciados pelas condições termohidrológicas, os valores de albedo nos diferentes tipos de usos do solo apresentam baixa variação espacial.
Este foi o tema da edição de 8 de fevereiro de 2018 do [Pod Irrigar] - o Podcast da Agricultura Irrigada -, mas o Internauta também pode ouvir as outras dicas que estão disponíveis semanalmente a partir de http://podcast.unesp.br/podirrigar.

Recursos Hídricos - Água para todos
A ANA divulgou mais um video, neste caso, de forma muito didática explica os Planos de Recursos Hídricos e o Enquadramento de Corpos d´Água

Como se informar
O Centro de Informações Nucleares - CIN fez uma interessante arte sobre a Wikipédia e afirma "pode ser usada como ponto de partida em sua pesquisa - uma maneira de abordar um conceito, ideia, evento, problema ... mas você precisa confirmar as informações com outras fontes mais acadêmicas confiáveis. A Wikipédia não deve ser citada em trabalhos acadêmicos porque ela não é uma fonte primária de pesquisa e nem é seletiva em termos do que está ou não está sendo incluído em uma entrada.". Ótima observação!


Agropecuária gerando renda e empregos
Bebedouro (3a. do país), Matão, Pirassununga, o que tem em comum? Foram os municípios que se destacaram na criação de novos empregos em 2017 porque contaram com a força da agricultura. Na outra ponta, quem mais fechou postos de trabalho foi a área de serviços (Rio de Janeiro lidera). E por que tanto batem na agropecuária? Será que nos comunicamos mal? Conheça os números dos novos empregos (na nossa região São José do Rio Preto ficou a 11a. posição do país e Votuporanga com a 13a. posição) e do desemprego. A citricultura garante a Bebedouro maior geração de empregos de SP e a 3ª do país em 2017 com novas 4,2 mil vagas, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego. Fatores climáticos e investimentos favoreceram ganho de produtividade da laranja, afirmam representantes do setor.

Seca
Era para ser um período de chuva, afinal, é verão, mas o prejuízo provocado pela seca em alguns municípios do Rio Grande do Sul já ultrapassa R$ 60 milhões em algumas culturas, conforme a Empresa de assistência técnica e extensão rural (Emater). Mas os problemas não estão apenas nas lavouras. A população também têm sofrido com a falta de chuva e seis municípios já decretaram situação de emergência.

Entretenimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário