E o agronegócio brilha e sustenta o Brasil! De novo!

De novo!!! A agropecuária arrastando a economia brasileira para cima! Parabéns ao criador desta arte acima, que muito feliz para resumir o que vem acontecendo com o nosso Brasil! 

[Pod Irrigar] - Investimentos em sistemas de irrigação no Rio Grande do Sul é destaque
No momento que toda mídia deu destaque para a agropecuária e seus resultados absurdamente ótimos em 2017, novamente evitando que a nossa economia tenha crescimento negativo, na edição de 01 de março de 2018 do [Pod Irrigar] - o podcast da agricultura irrigada - nosso convidado vem de Dom Pedrito - RS, bem ali na divisa com o Uruguai. Marco Aurelio Sanchotene empreendeu, ousou e colhe resultados, mas também faz um panorama geral sobre o tempo no Rio Grande do Sul e como os sistemas de irrigação beneficia a agropecuária local e ainda detalha sobre o alto investimento e tecnologia feitos pelos produtores daquele a região. Ótimo para conhecer a realidade de outros locais, como por exemplo, um déficit hídrico tradicionalmente moderado, mas mesmo assim, o investimento em irrigação tem sido superior à regiões onde o déficit hídrico acentuado, como é o caso do Oeste Paulista, que tem entre 7-8 meses de déficit hídrico! Três minutos de muita informação e outras edições do Pod Irrigar podem ser acessadas a partir de http://podcast.unesp.br/podirrigar

Mais um Mestrado defendido - Foco da pesquisa é o manejo da irrigação em cana
Nosso Orientado, o Engenheiro Agrícola Alberto Mário Arroyo Avilez defendeu seu Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Agronomia - Área de Concentração em Irrigação e Drenagem na Faculdade de Ciências Agrárias de Botucatu - UNESP nesta última sexta-feira, dia 02 de março de 2018. Trabalhando sua pesquisa em área comercial de produção, pode trazer à público importantes informações sobre a estimativa da evapotranspiração da cultura da cana de açúcar, incluindo o manejo da irrigação, o balanço hídrico diário e a evapotranspiração atual. 


Participaram da Banca Examinadora Fernando Braz Tangerino Hernandez (DEFERS UNESP Ilha Solteira), Júlio Cesar Thoaldo Romeiro (Diretor do EDR Regional Botucaut da CATI - Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) e João Carlos Cury Saad (DER UNESP Botucatu).





AHI da UNESP Ilha Solteira tem nova Integrante
A Engenheira Agrícola e Ambiental Daniela Araújo de Oliveira é mais nova integrante da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira. Natural de Comodoro - MT, criada em Mineiros - GO, estudou na Universidade Federal de Mato-Grosso (UFMT) - Campus Rondonópolis. 

Integrada à AHI UNESP na última segunda-feira, já assistiu aulas e hoje teve a oportunidade de ir a campo e iniciar o aprendizado na manutenção de Estações Agrometeorológicas. Desejamos muito comprometimento, pro-atividade e com isso muito aprendizado e assim, possa em pouco tempo começar a colher os frutos do aprendizado realizado. Daniele deverá dar continuidade ao trabalho de mapeamento da expansão da área irrigada no Noroeste Paulista, com ênfase nos aspectos econômicos da agricultura irrigada e na potencialidade de expansão baseada na oferta de água de superfície. Estados sobre a evapotranspiração incremental em escala regional também será foco dos seus estudos.

PIB Agropecuário - 13%
Em 2017, mais uma vez, agronegócio segurou o PIB nacional, com 13% de crescimento, ante ao 1% do Brasil, foi o melhor resultado em toda a série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

UNESP melhorando a cada dia
Na avaliação do QS World University Rankings by Subject 2018, a UNESP sobe posições em três grandes áreas do conhecimento, no ranking que classifica as melhores universidades do mundo por áreas do conhecimento humano. Na edição de 2018, o Ranking analisou dados de publicações científicas em 48 assuntos compilados, distribuídos nas cinco grandes áreas do conhecimento, a saber: Artes e Humanidades; Engenharia e tecnologia; Ciências da Vida e Medicina; Ciências Naturais; e Ciências Sociais e Administração. Foram analisadas 1130 instituições de 151 países. A Unesp, no comparativo entre 2017 e 2018, subiu posições em três grandes áreas do conhecimento: Artes e Humanidades; Ciências da Vida e Medicina; e Ciências Naturais. 
Em Ciências da Vida e Medicina, com pontuação global de 59,5, a UNESP subiu 49 posições, saltando de 366 em 2017 para a posição 317 em 2018.

Oportunidade
Nesta terça-feira - 06 de março de 2018 - às 20 horas na Sala D1 no Campus Central da UNESP Ilha Solteira acontecerá a palestra de João Ricardo Lhullier Lugão sobre “Python e suas aplicações - muito além do processamento científico”. Sou da opinião de os Engenheiros Agrônomos deveriam se interessar mais por programação e daí, #ficaadica para participar. Inscrições em https://goo.gl/forms/sd8Sj69jZfmN62tf1

E está chegando a hora do III SEMINÁRIO “SOLO E ÁGUA NO CONTEXTO DO DESENVOLVIMENTO EM BACIAS HIDROGRÁFICAS” e o V WORKSHOP INTERNACIONAL DE IRRIGAÇÃO, que acontecerá entre os dias 13 a 16 de março de 2018 em Brasília - DF. Está com uma programação excelente e reunirá os mais renomados profissionais da iniciativa pública e privada, com os seguintes painéis: (A) Preservação, Conservação de Bacias hidrográficas; (B) Gestão do Uso Consuntivo da Água,Reuso e Educação Ambiental em Bacias Hidrográficas; (C) Economia de Água e Energia na Irrigação, Manejo da Matéria Orgânica e Tratamento de Água para Consumo Humano através de Polímeros naturais e (D) Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto em Bacias Hidrográficas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário