VOCÊ CONHECE A ROSA DO DESERTO?

Você conhece a rosa do deserto? Não! 

Que tal passar no Laboratório de Hidráulica e Irrigação e conhecer?

Com 72 dias sem chuva, com a paisagem amarelada e seca, essa semana o Laboratório de Hidráulica e Irrigação está mais colorido, a rosa do deserto cultivada no vaso da entrada floriu.

A (Adenium obesum) rosa do deserto ou lírio-impala é uma planta domesticada como é conhecida, desembarcou há poucos anos no Brasil, mas desde que chegou, vem reunindo um grande número de adoradores e a Área de Hidráulica e Irrigação é mais uma. 
Rosa do Deserto cor de rosa da LHI

Nativa da África e de vários países da Península Arábica, essa arvoreta que pode chegar até a 4 metros de altura na natureza, mas variedades anãs são largamente vendidas no mundo todo, especialmente por quem cultiva bonsais. Esta planta precisa de num local exposto ao sol por pelo menos 4 horas, caso contrário, não floresce. Suas flores têm formato de sino e belas cores, que variam do branco ao violeta, passando por várias tonalidades de rosa e vermelho. 

Rosa do Deserto
Ao contrário do que muitos admiradores pensam, as rosas do deserto toleram bem a água. O que essa planta não tolera é a solo encharcado. Por essa razão, é altamente recomendado que os cultivadores de Adenium cultivem a mesma em terra com alto nível de drenagem. A rosa do deserto não tolera temperaturas inferiores a 14°C, mas é uma espécie resistente e não exige grandes cuidados.
Rosa do Deserto
SERVIÇO: 

- Informações sobre agricultura irrigada e agroclimatologia no noroeste paulista são publicadas regularmente BLOG da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira em http://irrigacao.blogspot.com
- Números e gráficos das estações agrometeorológicas no noroeste paulista estão em http://clima.feis.unesp.br
- Canal da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira: http://www.feis.unesp.br/irrigacao/irrigacao.php
- Canal CLIMA da UNESP Ilha Solteira: http://clima.feis.unesp.br
- Pod IRRIGAR - O Pod Cast da Agricultura Irrigada: http://podcast.unesp.br/podirrigar
- Informações também em (018) 3743-1959 

Nenhum comentário:

Postar um comentário