E que venha 2014 e com ele, novos e bons desafios!

"A dificuldade está, não em gerar ideias, mas em escapar das velhas." (John Maynard Keynes)

Tempo no oeste paulista
Esta semana foi marcada por extremos em relação ao tempo no oeste paulista. Aliás, as ocorrências de valores extremos comprovam a importância de redes agrometeorológicas, que são capazes de medir com grande precisão o que acontece com as variáveis climáticas. A Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista operada pela Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira é um bom exemplo deste trabalho. A partir destas informações é possível aos administradores, empreendedores e projetistas alicerçarem seus trabalhos com uma base sólida de dados e assim, construir estruturas e equipamentos capazes de suportar ou ao menos mitigar os extremos.
Esta semana tivemos temperaturas elevadíssimas, passando dos 38ºC em toda região e chegando à 38,5ºC em Ilha Solteira. Daí a cena se repete, em pouco tempo, a temperatura caiu, a umidade relativa do ar sobe e o vento acelera com mudança de direção e o próximo movimento é a chuva cair em grande intensidade.


Ventos passaram dos 40 km/hora na região e ontem teve seu máximo em 50,7 km/hora e veio de noroeste. Ilha Solteira teve dois dias de chuva intensa, na sexta, foram 58,2 mm com intensidade que chegou à 195,6 mm/hora para períodos de cinco minutos. No total foram apenas 65 minutos de chuva, mas sua intensidade trouxe grande transtorno a população, com destaque na imprensa local principalmente para a Avenida Brasil Norte e o Passeio Itú. Ontem (28/12/2013) foram mais 41,7 mm, mas não em tanta intensidade.


E chegamos ao fim do ano com Ilha Solteira tendo 117 dias de chuva e um total de 1.446,5 mm, liderando em água na região noroeste paulista, enquanto que a evapotranspiração ficou em 1.498,9 mm. De 1991 a 2011, a precipitação média anual em Ilha Solteira foi de 1305,9 milímetros com média histórica de dezembro de 195 mm. Ampliando um pouco mais o período de avaliação, de 1968 a 2011, Ilha Solteira registrou precipitação média anual de 1232 mm. Em 2011 foram 134 mm em dezembro e 1.445 mm no total. Em 2012 foram 65 mm em dezembro e 928,6 mm no total. Este ano, dezembro está se fechando com um total de 253 mm, em apenas 10 dias de chuva.

Na região o total de chuva e de evapotranspiração até hoje foi respectivamente de 1.513 e 1.011 mm em Itapura, de 1.353 e 1.056 mm em Sud Menucci, 1.403 e 1.088 mm em Paranapuã, 1.352 e 1.194 mm em Populina, 1.426 e 1.057 mm em Marinópolis em Pereira Barreto foi registrado 1.545 e 1.110 mm na Estação Santa Adélia e 1.361 e 1.049 mm na Estação Bonança. Todas estas informações estão disponíveis no Canal CLIMA da UNESP Ilha Solteira a partir de http://clima.feis.unesp.br.


Pod Irrigar
Ao longo de 2013, toda quinta-feira, no Pod Irrigar o internauta pode ouvir uma nova mensagem sobre a agricultura irrigada. Muitos nem perceberam, mas um curso inteiro de Agronomia ou Engenharia Agrícola foi levado até os internautas.
Demos dicas de solos, de agrometeorologia, de custos, de investimentos, de planejamento, falamos de hidráulica, pressão, vazão, distribuição uniforme de água, chuva, evapotranspiração, balanço hídríco, armazenamento de água no solo, produção agrícola, de oportunidades e tantos outros temas, para cumprir o nosso objetivo, qual seja, mostrar a importância e convidar a todos a vivenciarem a agricultura irrigada e seus efeitos multiplicadores, especialmente na área sócio-econômica.
A distribuição de água de maneira uniforme na momento e quantidade adequada a cada situação através de emissores permite tudo isso e ainda, o conforto térmico e visual à população. A Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira acredita que quanto maior o número de profissionais e pessoas entenderem sobre o uso da água, mas eficiente e racional ele será, garantindo a sustentabilidade dos processos de produção.
Para tanto, apostamos na comunicação, em diferentes linguagens para atingir este objetivo. O Pod Irrigar, produzido pela ACI da UNESP é um dos canais de comunicação utilizados e chegamos ao final de 2013 muito satisfeitos com a audiência e agradecidos à equipe de Jornalistas envolvidos com esta atividade.
Para 2014 já estamos aceitando sugestões de temas e esperamos que Deus abençoe a todos, primeiro, com muita saúde e tolerância, e que o espírito fraterno deste período de Festas, seja uma constante Ano Novo. 

Agricultura irrigada
O Governo de Sergipe através da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro) propiciou durante o ano de 2013, através do fornecimento de água para irrigação e assistência técnica agrícola, a produção de 82.984 toneladas de  alimentos. Esta produção gerou a renda recorde de R$ 95.216.610,00 aos 9.315 beneficiados diretos inseridos na agricultura familiar atendidos pela Empresa. O Perímetro Irrigado Califórnia, em Canindé de São Francisco, continua sendo o polo agrícola de maior produção, 35.792 toneladas deste total, mas foram as duas unidades da Cohidro em Itabaiana que apresentaram aumento de produção durante 2013. Somando Poção da Ribeira e Jacarecica I, foram 27.603 toneladas de alimentos colhidos, 44,6% acima do resultado do ano anterior.

Produtividade do abacaxi anima agricultores no Tocantins e produção chegou a saltar de 18 mil para 24 mil unidades por hectare. Além da alta produtividade, a plantação está com frutos grandes e com pouca acidez. As altas temperaturas e a boa luminosidade no estado, além da irrigação do produto, são apontados como os principais motivos para os resultados.

Alagoas: Os perímetros irrigados de Boacica e Itiúba, no semiárido alagoano, receberão quase R$ 50 milhões para revitalização da estrutura de irrigação e drenagem. Esse investimento faz parte do programa Mais Irrigação, coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MI) por meio da Secretaria Nacional de Irrigação (Senir) e executado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Ao todo, o programa prevê mais de R$ 137 milhões para o estado de Alagoas.

Agricultura - safra - economia
Mato Grosso do Sul tem seis municípios entre os 100 do país com maior participação no valor adicionado bruto da agropecuária no Produto Interno Bruto (PIB), em 2011: Maracaju, Rio Brilhante,Dourados, Costa Rica, Corumbá e Ponta Porã. Os dados são da pesquisa Produto Interno Bruto dos Municípios 2011, que foi divulgada em 17 de dezembro de 2013, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No ranking do PIB da agropecuária, o melhor desempenho no estado foi do município de Maracaju, a 162 quilômetros de Campo Grande, que ocupou no ano a 34ª posição na listagem nacional, com valor adicionado bruto do setor de R$ 322,7 milhões. Maracaju é um dos principais produtores de grãos de Mato Grosso do Sul. Na safra 2013/2014, por exemplo, os produtores do município plantaram 240 mil hectares, a maior área do estado, segundo o Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga), com soja. Depois de Maracaju, aparece no ranking: Rio Brilhante, em 46º lugar, com valor adicionado bruto da agropecuária de R$ 266,2 milhões. Na sequência são relacionados: Dourados, em 51º, com R$ 258,2 milhões, Costa Rica, em 65º, com R$ 235 milhões, Corumbá, em 72º, com 227,8 milhões e Ponta Porã, em 83º, com 214,9 milhões.

"O governo rendeu-se" é o tema do Editorial da FSP em 28/12/2013, em que avalia que pressionada pelos próprios fracassos e pelo descrédito internacional, administração Dilma percebeu que precisa mudar a política econômica. Esperamos um 2014 muito melhor na nossa economia e não somente que a agricultura continue a entregar ótimos resultados, mesmo com os seus efeitos multiplicadores para os demais setores, é importante a indústria também ter um ótimo desempenho para o país andar melhor. No mesmo dia, a Jornalista Eliane Cantanhêde escreve o artigo "Presente de grego no Natal" finalizado assim: "Não foi nenhuma surpresa saber que o comércio teve seu pior Natal em 11 anos. A surpresa ficou por conta da reação desvairada do governo: em vez de se preocupar e se ocupar com os preços internos abusivos, aumentou o IOF e penalizou os cartões de débito em moeda estrangeira. Falta pão? Suprimam-se os brioches. Se o brasileiro ficar, o bicho preço come; se correr, o bicho imposto pega. Obrigada, presidente Dilma, pelo presente de grego no Natal." Realmente a carga de impostos elevadíssima inibe o crescimento e não entrega o que seria dever do Estado, especialmente saúde, educação e infraestrutura de transporte de qualidade. Esperemos por um 2014 melhor!

A Senadora Kátia Abreu escreve o artigo "As versões e os fatos" para manifestar o que espera de 2014. Destaca duas iniciativas importantes que ficaram de 2013: a abertura dos portos e a proposta de mudar a Lei de Licitações. Começa assim o seu artigo: "Pessimismo ou otimismo são, em geral, abstrações. Refletem nosso sentimento diante da realidade, e não ela própria. O que define a realidade são os fatos. Por isso, quando me perguntam se estou otimista ou pessimista quanto ao futuro, deixo de lado o alarido das impressões e me debruço sobre dados concretos da realidade. Sustento que 2013 foi ano decisivo para o desenvolvimento do país, dos mais importantes dos últimos tempos, em especial para o agronegócio. Dele nos ficarão iniciativas para superar a crise de crescimento, expondo gargalos que há anos nos atormentam..."

Jovens no mundo - Dicas


Feliz 2014
Recebemos e compartilhamos com os nossos leitores os 15 passos para um 2014 muito feliz e de muito  mais sucesso:
1 º Passo: Comemore todos os dias...
2 º Passo: Cultive tudo que recebeu de bom...
3 º Passo: Esteja em paz consigo...
4 º Passo: Seja criativo ...
5 º Passo: Faça um planejamento ...
6 º Passo: Trabalhe ...
7 º Passo: Alcance Metas ...
8 º Passo: Nunca Desista ...
9 º Passo: Brinque e seja alegre ...
10 º Passo: Aprenda, ainda dá tempo...
11 º Passo: Sonhe, sem eles você não é nada...
12 º Passo: Ame, com toda força que puder...
13 º Passo: Descarte, tem coisas que não precisamos carregar: ódio, inveja, rancor, tristeza...
14 º Passo: Seja feliz, isso só depende de você...
15 º Passo: Ore, o sentido da vida está acima de nós...

FELIZ 2014!

Algumas pessoas são incríveis na sua ousadia. O sítio VDO Prince registrou o que algumas dessas pessoas  fizeram em 2013. Assista e ouse! Mas nem tanto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário