UNESP também presente no SPIE Remote Sensing na Escócia


Encerrou em 29 de setembro de 2016 em Edinburgo na Escócia o SPIE Remote Sensing, um evento que reúne os principais pesquisadores do mundo que utilizam dados provenientes do espaço para ser utilizados nas mais diversas atividades ligadas a economia, meio ambiente, agricultura, recursos hídricos, defesa, entre tantas aplicações. Claro que a água recebe a maior parte das atenções, tanto na avaliação da quantidade, como da qualidade.


Combinamos imagens de satélite com os dados provenientes da Rede Agrometorológica do Noroeste Paulista, que subsidia tanto as pesquisas, como a população em geral, quando de forma livre e gratuita disponibiliza no Canal CLIMA da UNESP Ilha Solteira novas variáveis climáticas da região a cada 5 minutos.
Nossas pesquisas envolvem a estimativa do consumo de água pelas diferentes plantas no Noroeste Paulista visando a máxima eficiência do uso da água, mas também usamos indicadores de desempenhos agronômicos e agrometeorológicos para subsidiar o uso racional da água e avaliar como ela está sendo usada em uma propriedade, em uma bacia hidrográfica, em um município ou em uma região inteira.


A participação da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira foi importante porque além de nos sintonizar com as mais atuais pesquisas, evidencia o acerto e o amadurecimento da parceria formada com a EMBRAPA que permitiu a ampliação do monitoramento climático do Noroeste Paulista proporcionando um ganho significativo nas pesquisas ligadas ao uso da água na agricultura.
Assim, estão disponíveis os resultados das pesquisas apresentadas que mostram o balanço de energia após a ampliação da área urbana e da chegada da cana na microbacia do córrego do Ipê em Ilha Solteira. 


Na microbacia do córrego Cabeceira Cumprida comprovamos que o elevado consumo de água pela espécie Typha, comumente chamada de tabôa, estabelece o uso competitivo pela água para o consumo da população de Santa Fé do Sul e ainda qual a produtividade da água em bacias hidrográficas de Pereira Barreto utilizadas para a produção de alimentos. Produtividade da água é palavra chave usada pelos Pesquisadores do mundo todo para avaliar quão eficiente está o uso da água através da relação entre a produção de biomassa e a água utilizada.
E assim, o Pesquisador Heriberto Teixeira também mostrou que nos anos de 2013 e 2014, em média, Populina e Paranapuã foram os municípios que mais converteram água em biomassa, com 2,6 kg/m3, enquanto que Ilha Solteira, Pereira Barreto e Rubinéia apresentaram as menores indicadores, ficando em 2,2 kg/m3 como resultado da baixa área irrigada na região, mesmo com elevada disponibilidade de água superficial. Áreas irrigadas no mesmo período e na mesma região chegaram a produzir 8,2 kg/m3, com média de 7,0 kg/m3.




Assim, para o melhor desenvolvimento sócio-econômico da região e melhor uso da água esperamos que ocorram novos investimentos em sistemas de irrigação. 

Os trabalhos apresentados no SPIE 2016 que cobrem o Noroeste Paulista foram:
Energy balance in the watershed of Ipê, Northwestern of São Paulo State, Brazil
- Evapotranspiration and biomass production acquired from Landsat 8 images in hydrological basins with growing irrigated areas in the northwest side of the São Paulo State, Brazil

Estes trabalhos são frutos da parceria entre a UNESP, Embrapa, Utah State University e Nebraska State University, que nasceu inicialmente com financiamento da FAPESP e FACEPE, que possibilitou a construção da Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista - base para todos os trabalhos - e conta hoje com recursos financeiros do CNPq e ANA, no projeto intitulado Geobacias.


Império Persa
Já contamos em aula a importância da água para a expansão do maior Império de todos, o Persa. Agora mais uma comprovação! Vamos saber mais e aprender com eles? Transporte de água sem bomba e sem evaporação!

Agropecuária

Infra estrutura - Opinião
João Manoel Pinho de Mello discute como avançar a infraestrutura respeitando as escolhas coletivas e seus dilemas e pergunta "A gente somos inútil?"

Funcionários de Carreira ou de Estado - Como será?

Entretenimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário