E um novo semestre se inicia...

"As federais, sofrem o assédio de grupos sindicais e partidários mais interessados em impor-lhes a agenda corporativa de funcionários e docentes e as fantasias ideológicas de estudantes. Perdem prestígio para as poucas universidades brasileiras, como as estaduais paulistas, que conseguem manter alguma qualidade e frequentar listas internacionais de excelência em ensino e pesquisa, e algumas privadas. Não fossem essas distrações e a falta de um projeto claro para elas da parte do governo federal, as federais poderiam dedicar-se a construir para si um papel de maior relevância no sistema universitário nacional. Na impossibilidade de todas brilharem no ramo ultracompetitivo da pesquisa de ponta, deveriam escolher a missão - não menos nobre - de formar o exército de excelentes professores universitários de que o país tanto necessita." (Editorial, Folha de São Paulo, 31 de julho de 2012, p.A.2).

Esta semana receberemos o peruano DANIEL NOE COAGUILA NUÑEZ que fará o seu Doutoramento sobre nossa Orientação. Tendo terminado seu Mestrado na Espanha sua chegada é resultado do esforço da  UNESP em internacionalizar nossa Universidade. Seja bem vindo Daniel e tenha muito sucesso entre nós!

Mais um semestre se inicia e ofereceremos a disciplina de Irrigação e Drenagem, que é recomendável um acompanhamento sistemático das aulas, não deixando para estudar somente na véspera da prova, pois operar a agricultura irrigada exige um conhecimento multidisciplinar. Na nossa primeira aula amanhã abordaremos as regras da disciplina, a bibliografia, as datas das provas, as atividades gerais e a introdução à agricultura irrigada e a irrigação. Também nas primeiras aulas faremos uma abordagem sobre o mundo dos negócios e as exigências do mercado de trabalho e a relação com o trabalho, liderança e empreendedorismo.

Temos, além das aulas e da bibliografia da disciplina - nada deve substituir os livros textos recomendados - várias mídias de apoio que complementam os livros e são baseadas na Internet: este Blog (marcador "aula" principalmente) onde o estudante encontrará não somente informações sobre a agricultura irrigada e irrigação, mas também desde dicas de leitura/livros, de música (entretenimento) à como crescer na carreira. O Portal  da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira traz os artigos publicados pela nossa equipe, fotos, ilustrações e acesso a todos os demais canais de mídia.

O Portal CLIMA da UNESP Ilha Solteira oferece produtos que são gráficos e mapas de acompanhamento em tempo real de todas as estações e as principais variáveis climáticas, tais como temperatura, umidade do ar, velocidade e direção do vento, chuva, evapotranspiração, pressão atmosférica e radiação global e líquida, além da base histórica, tudo gratuito e com atualização a cada cinco minutos e é a parte visível da  Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista  foi implantada como parte do projeto “MODELAGEM DA PRODUTIVIDADE DA ÁGUA EM BACIAS HIDROGRÁFICAS COM MUDANÇAS DE USO DA TERRA”, financiado pela FAPESP. Por este Portal facilmente se confere os números que mostram a mudança no tempo, de muito frio para a umidade relativa baixa, já crítica, que enfrentamos esta semana e sentida na garganta, nas narinas e nos olhos. Vários artigos técnicos já foram publicados a partir da execução deste projeto e estão disponíveis no canal TEXTOS TÉCNICOS do Portal da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira e a TV Tem mostrou um dos nossos trabalhos que visa apoiar o uso eficiente da água. Confira!

No canal YouTube da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira são ofertados videos que  complementam as informações divulgadas de maneira escrita. Por fim, nosso perfil no Facebook traz diariamente dicas de leitura, agricultura irrigada, negócios, música, cultura, entretenimento, carreiras, entre outros. Fiquem a vontade para acompanhar-nos! E apreciem sem moderação!

Datas das provas: 1a. Prova (Peso 2) em 17 de setembro, 2a. Prova (Peso 3) em 29 de outubro e 3a. Prova (Peso 3) em  03 de dezembro de 2012. As P2 e P3 são com consulta de material auxiliar. Todas as provas serão às 16:00 horas. Nas manhãs que precedem as provas haverá apresentação de seminários.
MF = (2P1 + 3P2 + 3P3 + 2MR) / 10
MR = Seminários* e  monografias** (* Notas diferentes para cada atividade, mas baseadas na média entre CONTEÚDO, MÍDIA e APRESENTAÇÃO; ** Pesos diferentes em função da dificuldade)

Como textos base para a nossas primeiras semanas de aula sugerimos os seguintes textos:
- Importância da irrigação no desenvolvimento do Agronegócio
- Agricultura irrigada
- Água ou petróleo: O que vale mais?
- Irrigação localizada e aspersão
- Sistemas de irrigacao para todos os fins
- Qualidade da água e os riscos ao sistema de irrigação
- Balanço hídrico como instrumento de gestão no noroeste paulista
- Outros trabalhos técnicos realizados pela Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira
- Artigos assinados pelo Professor da Disciplina e Colaboradores

As apresentações e conteúdo multimídia utilizados nas aulas podem ser conferidas no canal ATIVIDADES ACADÊMICAS do Portal da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira, onde inclusive a Bibliografia completa está disponível.

Em sala de aula recomendamos a leitura da revista VOCÊ S/A como forma de acompanhar o que acontece no mercado de trabalho. Lembre-se também que desempenho e aprendizado depende da dedicação de cada um e estamos aqui para orientá-los para que tenham um ótimo futuro profissional. Aproveitem!

Comunicação e transparência de ações e do conhecimento
A Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira para democratizar o conhecimento e a informação, utiliza diferentes linguagens na Internet para cumprir este propósito através do: PORTAL de ConteúdoPortal CLIMABLOGCanal YouTubeIRRIGA-L Grupo de Discussão em Agricultura Irrigada. Também usamos de forma complementar nosso perfil do Facebook para divulgar nossos trabalhos de ensino, pesquisa e extensão e interagir com sociedade como um todo. Existem outros canais mantidos por outras Instituições como o Forum da Agricultura Irrigada. Também confira o vídeo sobre como aprimorar seu networking.

Rio Grande do Sul sai em defesa da ampliação da agricultura irrigada: Um estado que sofre variações climáticas e que atravessa longos períodos de estiagem como o Rio Grande do Sul já deveria ter uma política efetiva de irrigação agrícola implantada há anos. Os efeitos da estiagem na produção sulriograndense são maiores e mais prejudiciais do que aqueles que causam aos produtores do nordeste brasileiro. Sem minimizar os efeitos nefastos da seca sobre a população e a produção nordestina, é preciso destacar que aqui, devido ao fato de a produção agrícola ser maior e com maior produtividade do que a de lá, os prejuízos provocados pela estiagem são ainda maiores e as repercussões negativas que provocam sobre o conjunto da economia local são ainda mais profundos. E na Expointer deste ano só se fala em irrigação! Leiam: "Aposta na irrigação eleva financiamento na Expointer"; "Plano de irrigação no RS está entre assuntos discutidos na 35ª Expointer" (com video do Governador falando de irrigação e os efeitos da globalização); "Sustentabilidade e importância da irrigação" e ainda "Irrigação é o foco na abertura da 35ª Expointer" (com video). E "Tecnologias de irrigação para aumentar a produtividade" diz a CNA.

E a uma publicação da UNESP Botucatu esclarece dúvidas sobre irrigação aspersão e localizada, fertirrigação e ainda aborda bombas e bombeamento de maneira clara e sucinta. O boletim, organizado pelos professores Roberto Lyra Villas Bôas e João Carlos Cury Saad e pelos doutorandos em Agronomia Manoel Xavier de Oliveira Júnior (Horticultura/FCA), Rigléia Lima Brauer e Livia Sancinetti Carribeiro (Irrigação e Drenagem/FCA), reúne pesquisadores de instituições como a Unesp/Ilha Solteira, o Câmpus Experimental de Registro e o Instituto Agronômico de Campinas (IAC), além de professores e pós-graduandos da própria FCA. O professor Saad, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Irrigação e Drenagem da FCA, conta que a iniciativa partiu dos alunos de pós-graduação, que sob a supervisão do professor Lyra, tiveram a ideia de produzir um material que pudesse auxiliar no manejo diário da irrigação e da fertirrigação. “O formato e o conteúdo foram criteriosamente escolhidos para compor um instrumento de consulta e formação de técnicos e produtores irrigantes”, afirma. O boletim técnico “Manejo da Irrigação e Fertirrigação: perguntas e respostas” tem 98 páginas e custa trinta reais. Está à venda na sede da Fepaf, na Fazenda Experimental Lageado, em Botucatu, ou encomendado através do e-mail publicacoes@fepaf.org.br.  

Mudança climática
Gestão dos Riscos dos Extremos Climáticos e Desastres na América Central e na América do Sul e o que podemos aprender com o Relatório Especial do IPCC sobre Extremos - SREX? (Special Report for Managing the Risks of Extreme Events and Disasters to Advance Climate Change Adaptation) acontecerá nos dias 16 e 17 de agosto de 2012 no Auditório Moise Safra - Av. Albert Einstein, 627 - São Paulo - SP.  O objetivo do encontro é informar sobre os possíveis impactos e opções para o gerenciamento de riscos dos extremos climáticos e desastres na América do Sul e Central, apresentando conclusões contidas no Relatório Especial do IPCC. O evento é dirigido a tomadores de decisão, líderes empresariais, acadêmicos, pesquisadores e organizações da sociedade civil, cujas políticas e programas são, ou possam vir a ser, afetadas pelos extremos climáticos. Inscrições em http://www.fapesp.br/eventos/ipccsrex/inscricoes. Mais informações na FAPESP, que mantem também um ótimo acordo de cooperação com a prestigiosa University of Edinburgh, Reino Unido. Conheça a publicação sobre o tema! Veja a página oficial do SREX e o video (Grupos I e II)!

Custo da alimentação: Você sabe qual o preço médio de uma refeição em cada região brasileira? Confira AQUI o valor segundo cada tipo de refeição!

Seca
E a seca nos Estados Unidos fez com que o valor das commodities disparem. Veja o video do valor Econômico! Já na FSP (04/08/2012) Mauro Zafalon escreve que a seca pode provocar perda de 85 mi de toneladas na safra de milho dos EUA: "As perdas na safra de milho dos Estados Unidos são irreversíveis e os números que serão divulgados pelo Usda (Departamento de Agricultura dos EUA) na próxima semana vão ficar bem distantes dos da estimativa inicial de 376 milhões de toneladas. A previsão do mercado é de 291 milhões de toneladas, mas as estimativas mais pessimistas já apontam para apenas 270 milhões. Se confirmado, esse volume será o menor desde os 256 milhões da safra 2003/4. O cenário para a soja também não é bom, mas ainda é muito difícil uma estimativa para a produção. As lavouras estão prejudicadas, mas, se houver melhora nas condições climáticas neste mês, a produtividade ainda poderá se recuperar, segundo Daniele Siqueira, da AgRural. O problema, segundo ela, é que as indicações são de temperaturas acima do normal e chuvas abaixo da média para este mês. Uma estimativa bem conservadora indica 80 milhões de toneladas nos EUA, bem abaixo do potencial de 90 milhões iniciais, diz Siqueira."

Empreendedorismo
Alunos da Unesp participam do Congresso Internacional das Empresas Juniores que reúne mais de 2 mil participantes na cidade de Paraty, RJ. Estudantes de diversos câmpus da Unesp estarão presentes no evento Junior Enterprises World Conferece (JEWC), que será realizado de 6 a 10 de agosto, em Paraty, RJ. O encontro reunirá mais de 2 mil empresários juniores de diversos países. Haverá representantes do Brasil, Alemanha, China, Espanha, França e Itália. A Unesp é a universidade com maior número de empresas juniores no Brasil - são 56.

Elio Gaspari conta na sua coluna de hoje na FSP ("GABY E SARAH, ESPORTE E A VONTADE") a Gabby Douglas, a ginasta americana de 16 anos que arrastou as medalhas de ouro da ginástica feminina. Atrás daquele sorriso de Michelle Obama há a história emocionante de uma menina que saiu de casa na Virginia aos 14 anos e foi morar com uma família do Iowa para poder treinar com o técnico chinês Liang Chow, este um grande exemplo também. Vale conferir!

TV UNESP com mais conteúdo 
A TV Unesp ampliou sua grade de programação. Nesta quarta-feira, 1º de agosto, entrou no ar o Unesp Notícias, telejornal diário com foco na utilidade pública, prestação de serviço, cultura e ciênciaA Televisão Universitária Unesp opera em caráter experimental com transmissão analógica, em sinal aberto, em Bauru, interior de São Paulo pelo canal 45 UHF e 32 da NET. Em breve, a emissora passará a transmitir em sinal digital, com som e imagem em alta definição. Na Internet, a programação já pode ser conferida no site www.tv.unesp.br.

Entretenimento 
Um dos mais importantes grupos brasileiros do rock anos 70, o Terço nasce com a seguinte formação: Sérgio Hinds (guitarra), César das Mercês (baixo) e Vinícius Cantuária (bateria). Em 1970, com a substituição de Mercês por Jorge Amiden, o grupo lança seu primeiro LP (rock tipo anos 50, 60 com leves tintas progressivas). O segundo trabalho, também homônimo, traz uma sonoridade mais progressiva e é, talvez o disco mais homogêneo de toda sua carreira. Dois anos depois, em 1975, seria lançado o LP que consagraria definitivamente a banda, formada então por Hinds, Magrão, Moreno e Flávio Venturini. "Criaturas da Noite" (que recebe, anos depois, uma versão em inglês "Shining days, summer nights") viraria hit nacional, vendendo centenas de cópias de milhares de cópias e presenteando o público com uma das obras-primas do progressivo brasileiro, a faixa "1974". Veja a discografia completa e também informações mais detalhadas sobre "O Terço" e ainda as letras da músicas, bem como um canal só com músicas mais tocadas deles. Escute "Ponto Final". E em 2005 voltariam a se reunir, assista "1974" e comparem! E tocando "Hey Amigo" gravado na Virada Cultural de SP em 2008 e também em 2011 no SESC. Podem apreciar sem moderação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário